ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  16    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Reinaldo autoriza obra e diz que investiu R$ 500 milhões em Dourados

Governador anunciou ampliação da Hayel Bon Faker e disse que Estado também vai recapear ruas transversais das três principais avenidas da área central de Dourados

Por Helio de Freitas, de Dourados | 24/08/2018 18:16
Reinaldo Azambuja ao lado de Délia Razuk, nesta tarde, em Dourados (Foto: Helio de Freitas)
Reinaldo Azambuja ao lado de Délia Razuk, nesta tarde, em Dourados (Foto: Helio de Freitas)

O governador Reinaldo Azambuja anunciou hoje (24) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, que o governo do Estado vai licitar a ampliação da Avenida Hayel Bon Faker, principal acesso à segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul para quem chega da região sul pelas BRs 163 e 463. Com quase 7 km de extensão, a avenida corta a cidade de sul a norte.

Reinaldo disse que a obra, incluindo recapeamento, alargamento da pista com a redução do canteiro central, acessibilidade, sinalização e drenagem, vai custar pelo menos R$ 14,7 milhões. “Só na drenagem para fazer a captação de água, que ali em dia de chuva vira um rio, serão investidos R$ 7 milhões”, afirmou ele.

A prefeita Délia Razuk (PR) disse que a obra vai transformar o principal acesso da cidade, definido por ela como “fila indiana” por falta de fluidez do tráfego. “É uma obra cara, mas necessária, que o governador teve coragem de assumir”.

No gabinete da prefeita, onde falou com jornalistas, Reinaldo disse que também já autorizou o recapeamento de 11 quarteirões das ruas transversais das avenidas centrais Marcelino Pires, Weimar Gonçalves Torres e Joaquim Teixeira Alves.

Atualmente o governo já faz a recuperação das avenidas, mas Délia pediu também as transversais. Desde que iniciou o mandato, em janeiro de 2017, a prefeita enfrenta dificuldade para recuperar as ruas da cidade e boa parte dos bairros ainda está tomada de buracos.

Balanço – Sem falar da campanha eleitoral – “por determinação do TSE”, já que cumpria agenda institucional na prefeitura – Reinado aproveitou o encontro com a prefeita para fazer um balanço das ações estaduais em Dourados. Disse que os investimentos desde janeiro de 2015, quando assumiu o governo, chegam a R$ 500 milhões.

“Se somar tudo o que foi entregue e o que ainda será concluído, passa de meio bilhão de reais. São investimentos em saúde, asfalto, habitação. Entregamos 1.100 apartamentos em Dourados e estamos com mais 800 em construção”, disse o governador.

Hospital Regional – Ele apontou a construção do Hospital Regional, em andamento, como a mais importante obra de seu governo em Dourados. “Não vai dar para terminar até 31 de dezembro deste ano, mas já existem os recursos alocados para continuar conforme prevê o contrato assinado com a empresa. Do dia da ordem de serviço, a empresa tem dois anos para entregar a obra”, afirmou.

O contrato entre o governo do Estado e a empresa Engepar Engenharia e Participações Ltda. para a construção do Hospital Regional da Grande Dourados foi assinado no dia 4 de julho deste ano.

São R$ 25,6 milhões para construção da Unidade de Atenção Especializada em Saúde, nome oficial do hospital, que será edificado em um terreno ao lado da BR-463, na saída para Ponta Porã.

A primeira etapa da obra inclui os setores de urgência emergência, cardiologia, oftalmologia, nefrologia e cirurgia geral. A segunda etapa é orçada em R$ 11 milhões e a terceira em R$ 11,7 milhões.

Com 7,5 mil metros quadrados de área construída em três blocos e investimento total de R$ 53 milhões, o hospital vai atender pacientes de 34 municípios das regiões da Grande Dourados, Conesul e fronteira. Serão 210 leitos de enfermarias, unidades de tratamento intensivo e de observação, para adultos e crianças.

Nos siga no Google Notícias