A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

20/01/2016 13:04

Sem Carnaval nas cidades vizinhas, prefeitura quer dobrar arrecadação

Liana Feitosa
Expectativa é que o município receba 20 mil pessoas entre os dias 5 e 9 de fevereiro. (Foto: Arquivo / Assessoria)Expectativa é que o município receba 20 mil pessoas entre os dias 5 e 9 de fevereiro. (Foto: Arquivo / Assessoria)

A Prefeitura de Jardim, cidade a 233 quilômetros de Campo Grande, espera duplicar a arrecadação de impostos durante o Carnaval deste ano graças, inclusive, ao cancelamento das festividades carnavalescas de cidades vizinhas, como Bonito e Bela Vista. Segundo o prefeito, a expectativa é que o município receba 20 mil pessoas entre os dias 5 e 9 de fevereiro.

"Sempre recebemos muitos turistas. No Réveillon tivemos 18 mil pessoas na praça. Com o cancelamento do Carnaval em Bonito, com certeza os turistas de lá virão à noite para aproveitar os shows do Jardim Folia 2016", afirma o prefeito Erney Bazzano Barbosa (PT).

Movimentação - Ele conta que a rede hoteleira está lotada e que, devido à data festiva, amanhã haverá reunião com a equipe da Secretaria de Turismo, além da PRF (Polícia Rodoviária Federal), Polícia Militar, Conselho Tutelar e Corpo de Bombeiros para definir detalhes da folia, inclusive para a contratação de 60 seguranças particulares.

Do dia 6 ao dia 9 acontecem apresentações musicais no balneário municipal e, à noite, duas bandas do Paraná fazem shows a partir das 21h, com encerramento às 4h, na praça central.

"A gente pretende duplicar a arrecadação com o comércio, com a venda de bebidas, sem contar a venda de combustíveis nos postos, movimento em padarias, supermercados, pontos turísticos. É uma corrente de cirulação de dinheiro na cidade, além de manter empregos", completa o prefeito.

Sem festa - Em Mato Grosso do Sul, o Carnaval promovido pelas prefeituras foi cancelado nas cidades de Rio Brilhante, Ivinhema, Anastácio, Naviraí, Ponta Porã, Rio Verde e Bonito.

Em Ponta Porã, o prefeito Ludimar Godoy Novais (PPS), disse que a edição do ano passado já foi bem pequena e que Carnavais maiores foram promovidos apenas nos anos de 2013 e 2014.

Neste ano, nem comemoração pequena será promovida pela prefeitura, apenas a tradicional brincadeira Guerra D'água, que contará com apoio da prefeitura. "Com a arrecadação caindo e a crise tomando conta, vamos priorizar o pagamento de insumos e gastar com o que está fazendo mais falta para a população", explicou.

Em Rio Verde também não haverá Carnaval de rua, mas os balneários funcionarão normalmente. Com isso, cerca de R$ 120 mil serão economizados, segundo o prefeito Mário Kruger (PT).

Já na cidade de Bonito, até mesmo no ano passado não houve promoção de Carnaval de rua. A decisão foi estendida para este ano porque, segundo o prefeito, Leonel Lemos de Souza Brito, o Leleco (PT do B), o momento é de investir na recuperação das estradas vicinais, limpeza da cidade e no combate ao mosquito transmissor da dengue.

Recomendação - Hoje, o Ministério Público recomendou que Rio Negro, Corguinho e Rochedo também cancelem as festas de Carnaval para conter gastos e utilizar os recursos com serviços prioritários, como educação e saúde.

Ontem (19), Fátima do Sul também recebeu o mesmo tipo de recomendação, que levou em consideração, também, os prejuízos causados pelas chuvas que atingiram a região.

MP quer suspender festas de 3 cidades para melhorar educação e saúde
O MPE (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) publicou hoje (20) recomendação para que as prefeituras de Rio Negro, Corguinho e Rochedo cancelem a...
MPE faz 3ª recomendação para que prefeitura cancele festa de Carnaval
O MPE/MS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) publicou recomendação hoje (19), à prefeitura de Fátima de Sul, a 246 quilômetros de Ca...
Homem morre após levar tiro de chumbinho no peito
Na manha de hoje (13), um homem foi morto por um tiro acidental por uma espingarda de chumbinho, no bairro Vila Nova, em Três Lagoas, distante há 338...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions