A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

12/04/2011 11:56

Situação da comarca de Terenos é "complicada", define presidente do TJ

Marta Ferreira

Complicada. É como está a situação na comarca de Terenos, para a qual o TJ (Tribunal de Justiça) de Mato Grosso do Sul determinou o envio de uma força-tarefa, após constatar irregularidades na condução dos processsos, segundo a definição do presidente da corte, desembargador Luiz Carlos Santini.

Segundo ele, foram constatadas muitas “situações anormais” na comarca, e o problema agora precisa ser resolvido com o envio de um grupo de juízes para acelerar o trabalho. Serão de 3 a 4 magistrados, conforme Santini.

Ele vitou tecer críticas ao juiz que atuou na comarca até o início do mês, José Berlange, que pediu aposentadoria voluntária.

“Não temos que olhar para isso e sim resolver o problema”. O presidente do TJ disse que o magistrado alegou problemas de saúde para pedir a aposentadoria, após 19 anos no Judiciário Estadual, dez deles em Terenos.

Na cidade, ficou conhecido por ser menos ortodoxo do que se conhece de um juiz. Fazia audiências fora do prédio da Justiça e, no passado, foi acusado pela Polícia Civil de privilegiar um preso, visitando-o na delegacia e oferecendo o próprio celular para que conversasse com a família.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions