ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 

Interior

Temendo epidemia, saúde pede para população se vacinar contra febre amarela

Secretaria de Saúde informou que unidades têm estoque suficiente para atender população; pessoas de 9 meses a 59 anos devem tomar duas doses da vacina

Por Helio de Freitas, de Dourados | 31/01/2017 14:17

Moradores de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, devem procurar as unidades de saúde para atualizar o calendário de imunização e, se for necessário, tomar a vacina contra a febre amarela.

Apesar de o município ainda não ter nenhum caso suspeito, o setor de imunização da Secretaria de Saúde pede para a população tomar a vacina, caso tenha dose em atraso.

Ontem (30), o Ministério da Saúde informou que o Brasil tem 568 casos suspeitos de febre amarela, sendo 107 confirmados, 430 sob investigação e 31 descartados.

O ministério recebeu 113 avisos de óbitos, dos quais 46 foram confirmados, três descartados e 64 estão em investigação. Minas Gerais tem o maior número de registros: 509 pessoas com os sintomas. Naquele estado, 42 pessoas já morreram em decorrência da doença.

Carla Cristina Ribeiro, responsável pela imunização na Secretaria de Saúde, disse que todas as pessoas, incluindo bebês a partir dos nove meses e adultos até os 59 anos, devem procurar as unidades de saúde para colocar o calendário de vacina em dia.

“As pessoas devem ser imunizadas aos 9 meses e aos quatro anos de idade. Quem tomou apenas uma dose precisa tomar a segunda e quem nunca tomou precisa procurar a unidade para iniciar o esquema de vacinação”, explicou.

Segundo ela, os postos de saúde têm doses suficientes para atender a população e por enquanto não existe necessidade de pedir doses extras da vacina. “Só não podem tomar a vacina as pessoas alérgicas ao ovo e a gelatina, as gestantes e pessoas com mais de 60 anos de idade”, informou.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário