A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

25/02/2016 11:27

Tia que confessou torturar sobrinho ficará em cela isolada de delegacia

Viviane Oliveira
Mulher foi levada para uma delegacia. (Foto: Diário Corumbaense) Mulher foi levada para uma delegacia. (Foto: Diário Corumbaense)

 

 

A mulher 31 anos, que confessou torturar o sobrinho de 4 anos durante ritual, teve que ser transferida para uma cela isolada da Delegacia de Polícia Civil para encerrar tumulto iniciado pelas internas do presídio feminino de Corumbá, distante 419 quilômetros de Campo Grande.

Conforme o site Diário Corumbaense, as detentas do Estabelecimento Penal Carlos Alberto Jonas Giordano eram contrárias à permanência da mulher naquela unidade prisional. Presa na Capital, na última terça-feira (23) por torturar o próprio sobrinho de apenas quatro anos em rituais de magia negra, a mulher havia sido transferida para Corumbá por questões de segurança.

O protesto das detentas causou um principio de rebelião no presídio feminino. Mas, foi contornado após o juiz da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais, André Luiz Monteiro, ir até o estabelecimento penal e determinar a transferência da suspeita para uma DP até a situação se acalmar.

Tumulto - Durou aproximadamente duas horas o protesto das internas do presidio feminino de Corumbá. Contrárias à transferência da suspeita para aquela unidade prisional, as detentas iniciaram uma manifestação. Elas atearam fogo nos colchões das celas. Do lado de fora do presídio era possível ouvir gritos e barulhos de uma espécie de "panelaço" e também se avistava fumaça, de acordo com o site de notícias. 

A área do presídio, que fica ao lado do Estabelecimento Penal Masculino foi isolada pela Guarda Municipal. Oito viaturas da Polícia Militar e três do Corpo de Bombeiros foram deslocadas para o prédio. Policiais militares, agentes penitenciários e bombeiros entraram no presídio para conter a manifestação. Três detentas foram levadas pelos bombeiros ao pronto-socorro, uma delas saiu de maca, porque inalou fumaça, mas já retornou ao local e está bem.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions