A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

22/04/2016 11:46

Tiros de fuzil durante assalto que explodiu banco atingiram até prefeitura

Caroline Maldonado e Mariana Castelar
Agência ficou destruída com explosão (Foto: Edição de Notícias)Agência ficou destruída com explosão (Foto: Edição de Notícias)

Os tiros de fuzil e submetralhadora, disparados contra as sedes das polícias Civil e Militar, atingiram também o prédio da prefeitura de Sonora, a 364 quilômetros de Campo Grande. O ataque ocorreu durante assalto em que a agência do Banco do Brasil foi destruída por explosão. A gerência estima que tenham sido roubados R$ 1 milhão, na madrugada de segunda-feira (18).

Todas as viaturas da polícia foram atingidas, além de postes de iluminação da Avenida Marcelo Miranda Soares e câmeras de segurança do comércio. Segundo o delegado Francis Freire, ainda não há novidades na investigação que busca localizar entre oito e 12 homens envolvidos no assalto.

O presidente da Câmara Vereadores de Sonora, Ezequiel Reginaldo dos Santos (PSB), informou que irá enviar pedido de providências à Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), comandada por José Carlos Barbosa, deputado licenciado, também do PSB (Partido Socialista Brasileiro), segundo o jornal Edição MS.

A agência ficou completamente destruída com a explosão. O banco emitiu nota, lamentando os transtornos decorrentes da suspensão do atendimento e lembrou que os clientes podem utilizar o Banco Postal, correspondentes bancários da cidade, entre outros meios. 

“O BB informa que o atendimento pode ser prestado também via central telefônica, mobile banking (celular) e internet. O banco mantém, ainda, parceria com a Caixa Econômica Federal, onde a casa lotérica em funcionamento no município pode também atender clientes BB para transações de saques e consulta a saldos e extratos", diz a nota.

A quadrilha se dividiu em grupos. Enquanto um explodia a agência, outros atiravam contra as viaturas da polícia. Um dos tiros atingiu um morador, que passa bem. Foram 40 minutos de disparos segundo os moradores. Dois taxistas que passavam pela avenida foram obrigados a recolher dinheiro e liberados a cerca de cinco quilômetros da agência, na saída da cidade.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions