A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

07/12/2017 06:41

Trabalhador que morreu intoxicado por monóxido de carbono tinha 27 anos

No total, seis trabalhadores foram socorridos à unidades de saúde. Fernando e Gelson de Oliveira apresentaram sinais mais graves de intoxicação e foram levados para o Pronto Socorro

Viviane Oliveira
Ambulâncias nas proximidades de siderúrgica (Foto: O Pantaneiro)Ambulâncias nas proximidades de siderúrgica (Foto: O Pantaneiro)

Foi identificado como Fernando Fausto Freitas Queiroz, 27 anos, o trabalhador que morreu após inalar monóxido de carbono produzido na queima de carvão. O caso aconteceu por volta das 9h de ontem (6), na Siderúrgica Simasul, na Rua Duque de Caxias, na Cidade Nova, em Aquidauana, distante 135 quilômetros de Campo Grande.

Conforme boletim de ocorrência, os funcionários manuseavam o alto forno, equipamento usado para queima de carvão, quando inalaram monóxido de carbono. No total, seis trabalhadores foram socorridos à unidades de saúde. Fernando e Gelson de Oliveira apresentaram sinais mais graves de intoxicação e foram levados para o Pronto Socorro. Fernando morreu logo depois. O caso foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia Civil do município. O estado de saúde de Gelson ainda não foi informado.

Ontem, a siderúrgica divulgou nota informando que parte dos trabalhadores inalaram fumaça tentando socorrer os outros, que inalaram monóxido de carbono produzido pelos fornos onde o carvão é queimado. A empresa afirma, ainda, que até a chegada dos bombeiros, as vítimas foram atendidas por técnico de segurança, que fez os procedimentos iniciais de primeiros socorros. “A empresa lamenta o ocorrido e informa que está prestando todo o auxílio à família da vítima”, finaliza o texto



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions