ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 26º

Interior

Um ano após sumir, idoso é encontrado enterrado e sobrinha confessa homicídio

Mulher confessou crime após denúncia indicar local onde a vítima foi enterrada, ex-namorado ajudou a esconder

Por Liniker Ribeiro | 01/08/2021 10:13
Policial militar cavando cova aberta nos fundos de residência no Bairro São Bento (Foto: Divulgação/Sidrolândia News)
Policial militar cavando cova aberta nos fundos de residência no Bairro São Bento (Foto: Divulgação/Sidrolândia News)

Corpo de idoso, de 65 anos, foi encontrado enterrado em residência do Bairro São Bento, em Sidrolândia, a 71 quilômetros da Capital, no fim da tarde de ontem (31). Justino Morale, que estava desaparecido há cerca de um ano, foi morto pela própria sobrinha, que confessou o crime.

De acordo com boletim de ocorrência, por volta das 17h, denúncia levou policiais civis e militares até a casa na Rua Tomas da Silva França, onde a vítima morava com a sobrinha, identificada como Luciene Braga Morale, 48 anos. No local, as equipes foram informadas de que a mulher havia se mudado para o Acampamento Jatobá.

Já no local indicado, os policiais encontraram Luciene, que confessou ter matado e enterrado o tio. Segundo ela, no dia dos fatos, os dois ingeriam bebidas alcoólicas, na residência, acompanhados de outras duas pessoas, entre elas, o pai da autora.

Em certo momento, a vítima teria discutido com o genitor de Luciene e, em posse de uma faca, golpeado o irmão na cabeça. Nesse momento, conforme relatou a mulher à polícia, ela utilizou um martelo para agredir o tio, na cabeça.

Justino não resistiu as marteladas e morreu no local. O corpo da vítima foi enterrado pela sobrinha em cova rasa nos fundos da casa. Ainda segundo o registro policial, ela contou com ajuda de um homem, identificado como Marcos Antônio dos Santos França, de 36 anos, que seria teu ex-namorado.

Equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para realizar a escavação da cova. Os dois envolvidos foram presos. O martelo usado no crime foi apreendido, após a autora indicar o local onde ele estava. A dupla responderá por homicídio simples e ocultação de cadáver.

Confira o momento em que policiais militares cavam buraco onde o corpo estava enterrado:


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário