ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  25    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Um mês depois de lockdown, Dourados tem 41% de leitos de UTI vagos

Até ontem à tarde, a cidade tinha disponíveis 26 leitos destinados a pacientes com covid-19

Por Helio de Freitas, de Dourados | 09/07/2021 12:22
Funcionários de hospital atendem paciente de covid-19 em leito de UTI em Dourados (Foto: Divulgação)
Funcionários de hospital atendem paciente de covid-19 em leito de UTI em Dourados (Foto: Divulgação)

Quase um mês depois do fim do lockdown decretado no pior momento da pandemia, Dourados (a 233 km de Campo Grande) ainda sente os efeitos positivos do “fecha tudo” que parou a segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul por duas semanas.

Nesta sexta-feira (9), a prefeitura informou que 41% das vagas de terapia intensiva destinadas a pacientes infectados pela doença estão disponíveis. São 26 leitos vagos dos 64 existentes na cidade para covid-19.

Os dados incluídos no boletim divulgado no final da tarde de ontem mostram realidade que há meses não existia: Dourados tem mais vaga em leito de UTI covid do que em leitos de UTI geral. Até esta quinta-feira, 100% das 34 vagas de terapia intensiva para pacientes gerais estavam ocupadas.

Há exatamente um mês, no dia 9 de junho, em pleno lockdown, Dourados tinha 100% dos leitos de UTI ocupados e fila de 36 pessoas infectadas pelo vírus esperando vaga em terapia intensiva.

Segundo a prefeitura, dos 38 leitos de UTI ocupados, 30 são pacientes com o vírus, cinco são pacientes no chamado “pós-covid” e três de pacientes suspeitos aguardam resultado de exame.

“Não podemos estar confortáveis quando já perdemos mais de 600 douradenses para essa doença, mas continuamos vigilantes, trabalhando. É o esforço coletivo que vai nos tirar desse momento, com vacinação de toda nossa população”, afirmou o prefeito Alan Guedes (PP).

Números divulgados pela prefeitura mostram que 40,78% da população de Dourados já foi imunizada com a primeira dose. A porcentagem corresponde a 91.965 pessoas. A segunda dose já imunizou 15% da população – 35 mil moradores.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário