ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  26    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Violência em aldeias traz ministra Damares e parlamentares a MS hoje

Seis deputadas, senadora e presidente da AMB têm reunião na prefeitura e audiência pública à tarde

Por Helio de Freitas, de Dourados | 26/08/2021 09:00
Funcionários de funerária carregam corpo de menina estuprada e morta em aldeia. (Foto: Adilson Domingos)
Funcionários de funerária carregam corpo de menina estuprada e morta em aldeia. (Foto: Adilson Domingos)

Mato Grosso do Sul recebe nesta quinta-feira (26), mais uma comitiva de autoridades nacionais, que vem ao Estado para conhecer e prometer solução para as mazelas que atingem as comunidades indígenas. Desta vez, a pauta é a violência sexual contra mulheres e crianças na reserva de Dourados, a mais populosa do País.

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, seis deputadas da bancada feminina da Câmara, a senadora Soraya Thronicke (PSL) e a presidente da AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) Renata Gil embarcaram nesta manhã, em avião da Força Aérea Brasileira, com destino a MS.

As representantes da bancada feminina na comitiva são as deputadas sul-mato-grossenses Rose Modesto (PSDB) e Bia Cavassa (PSDB); Celina Leão (PP/DF), coordenadora da Secretaria da Mulher da Câmara, Professora Marcivânia (PCdoB/AP), Paula Belmonte (Cidadania/DF) e Maria Rosas (Republicanos/SP).

A vinda a MS foi iniciativa de Rose Modesto, após o estupro coletivo e assassinato da menina guarani de 11 anos, no dia 9 deste mês. Três adolescentes e dois adultos, um deles o tio dela (encontrado morto na cadeia dias depois) participaram dos crimes.

Damares e representantes da bancada feminina antes do embarque para MS. (Foto: Divulgação)
Damares e representantes da bancada feminina antes do embarque para MS. (Foto: Divulgação)

Por causa da reforma do aeroporto de Dourados, a comitiva desembarcou no aeroporto de Ponta Porã e segue de carro por 120 km até Dourados.

Representando o governo de Mato Grosso do Sul, confirmaram presença o secretário Justiça e Segurança Pública Antonio Carlos Videira, a secretária de Direitos Humanos e Assistência Social Elisa Cleia Nobre e a subsecretária da Mulher Luciana Azambuja.

Agenda A agenda oficial divulgada pela assessoria não inclui visita da comitiva às aldeias. A audiência pública será no Teatro Municipal, na Avenida Presidente Vargas.

Durante a semana, assessores técnicos de Damares e da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial se reuniram com lideranças indígenas para diagnóstico das principais demandas. “Exigimos providências imediatas por parte dos órgãos públicos”, afirmou o capitão da Aldeia Bororó, Gaudêncio Benites.

O primeiro compromisso de Damares e das parlamentares será reunião com o prefeito Alan Guedes (PP) às 10h30, na sede da prefeitura, na Rua Coronel Ponciano. A audiência pública no Teatro Municipal está marcada para começar às 13h10. O retorno para Ponta Porã, para embarque, está marcado para 16h.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário