A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Agosto de 2018

02/09/2010 16:21

Internos depredam e ateiam fogo em Unei improvisada

Redação

Os 80 adolescentes que estão na Unei improvisada no prédio da antiga Colônia Penal Agrícola, próximo à saída para Aquidauana, destruíram vários alojamentos e atearam fogo em um dos pavilhões. Dois adolescentes conseguiram fugir.

"Acabou. Não sobrou nada. Vai ter que reconstruir tudo", disseram os agentes que deixavam o plantão, e não quiseram se identificar.

Os adolescentes foram levados para o banho de sol depois do horário do almoço e começaram a se rebelar, contam os agentes.

Os quatro policiais militares que fazem a segurança do local conseguiram barrar a tentativa de fuga dos demais garotos, que abriram buraco na parede de um alojamento.

Quatro viaturas da Cigcoe, grupo da Polícia Militar para operações especiais, estão no local e acabam de entrar na Unei. Já foram ouvidos sons de cerca de 50 tiros de borracha e 10 bombas de efeito moral.

Durante a abordagem, os adolescentes chegaram a reagir e pediram a presença do coronel Hilton Vilassanti, superintendente de medidas sócioeducacativas.

Há relatos que o último pavilhão da colônia foi totalmente queimado e que alguns internos estavam dentro do prédio. Um grupo de policiais militares está no local para dar apoio à operação.

O fogo no último pavilhão teve chamas altas e muita fumaça. A situação é tensa, pois os adolescentes permanecem agitados. Metade do grupo está na área externa da Unei, nus, sob escolta da Cigcoe.

Eles foram retirados dos alojamentos e estão nus no pátio. O restante continua na parte interna.

O Corpo de Bombeiros controlou o fogo com a ajuda de três viaturas. Este é o terceiro motim registrado na Unei improvisada.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions