A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

30/03/2009 21:58

Jornalistas realizam protesto amanhã na praça do Rádio

Redação

Acadêmicos, professores e profissionais do jornalismo, realizam um ato publico amanhã, a partir das 19h na praça do Rádio Clube. Por ocasião da pauta do STF (Supremo Tribunal Federal), neste 1° abril, que questiona a obrigatoriedade do diploma para exercer a profissão, o protesto será empreendido.

Também está na pauta do STF a eliminação de diversos artigos da Lei de Imprensa, que foi redigida durante o governo militar. Serão 77 artigos que podem ser suprimidos.

Durante o protesto, os manifestantes irão trajados com roupas prestas, para mostrar todo o seu rancor. Além do protesto, estão previstas participações musicais de artistas regionais e uso livre da palavra, para quem quiser expressar seu protesto. Protestos semelhantes acontecerão em vários Estados, como uma forma de vigília contra a possível medida tomada pelo STF.

Caso o diploma de jornalismo deixe de ser exigido como requisito básico para o exercício da profissão, teoricamente qualquer cidadão poderá reivindicar o seu registro profissional, mesmo se não tiver curso universitário.

O protesto é apoiado pelo SindJor/MS (Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso do Sul).

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions