A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

18/03/2010 12:49

Juiz ouve 14 pessoas sobre morte de criança no trânsito

Redação

O juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Carlos Alberto Garcete, ouvirá 14 pessoas, a partir das 14h de 9 de abril deste ano, sobre a morte do menino Rogério Mendonça, 2 anos, numa briga de trânsito.

O acusado pelo crime, o jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves, 60 anos, ficou preso 80 dias, entre o dia 18 de novembro do ano passado e 8 de fevereiro deste ano. Ele foi denunciado por homicídio doloso e tentativa de homicídio contra o avô do menino, o pecuarista João Alfredo Pedra.

A defesa chegou a arrolar 48 testemunhas, mas o juiz mandou reduzir para apenas oito. A acusação arrolou mais seis testemunhas. Entre os depoimentos, estão previstos os do delegado Márcio Rogério Faria Custódio e Adriana Mendonça Pedra, que reside em Guia Lopes da Laguna.

O crime aconteceu no dia 18 de novembro, no cruzamento da Avenida Mato Grosso com a Rua Rui Barbosa, no centro. Agnaldo discutiu com o tio do menino, que conduzia uma caminhonete, Aldemir Pedra Neto.

Após os depoimentos e as alegações finais, o juiz decidirá se Gonçalves irá a júri popular. Ele poderá ser condenado a pena de 12 a 30 anos de reclusão.

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions