A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

18/07/2011 17:21

Juíza marca para setembro oitiva entre testemunhas de acusação da Uragano

Fabiano Arruda

Audiência ouviria testemunhas hoje, porém, foi cancelada

Eleando Passaia seria um dos ouvidos na tarde de hoje. (Arquivo)Eleando Passaia seria um dos ouvidos na tarde de hoje. (Arquivo)

A juíza Dileta Terezinha de Souza Thomaz, da 1ª Vara Criminal, marcou para 26 de setembro oitiva entre testemunhas de acusação da Operação Uragano que, em setembro do ano passado, destonou o primeiro escalão da prefeitura de Dourados.

A magistrada ouviria nesta terça-feira dez testemunhas de acusação, entre elas, o jornalista Eleandro Passaia, pivô das gravações que colocaram na cadeia o ex-prefeito Artuzi e o vice, Carlinhos Cantor, nove vereadores e secretários; além do juiz Eduardo Machado Rocha, que chegou a comandar a administração do segundo maior município do Estado.

A justificativa para o cancelamento da audiência hoje foi por falta de intimações de alguns dos acusados, segundo consta em termo anexado no processo.

A Operação Uragano foi realizada pela Polícia Federal e indiciou 60 pessoas, entre vereadores, empresários e funcionários públicos por envolvimento em um esquema de desvio de dinheiro público.

O ex-prefeito Ari Artuzi, que seria o chefe da quadrilha, conforme apontado pela denúncia do MPE (Ministério Público Estadual), é alvo de outro processo, que corre no TJ (Tribunal de Justiça), por causa do foro privilegiado.

Tanto a ação da primeira instância quando em segundo grau ocorrem em segredo de justiça.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions