A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/03/2016 17:03

Justiça bloqueia bens de ex-chefe do Dnit por suspeita de favorecimento

Ricardo Campos Jr.

A Justiça Federal bloqueou R$ 18.270.514,95 em bens do ex-superintendente do Dnit em Mato Grosso do Sul, Carlos Antônio Pascoal, e de outras três pessoas. O valor serve para um futuro ressarcimento dos cofres públicos pelo prejuízo de irregularidades na revitalização da BR-262, entre Três Lagoas e Água Clara.

Segundo informações do MPF (Ministério Público Federal), o dirigente, junto com o chefe de engenharia do órgão, contribuiu para o favorecimento da ENPA Engenharia e Parceria Ltda. A companhia teve o contrato rescindido de forma amigável, mesmo tendo apresentado trabalho insatisfatório desde o início do serviço.

No entendimento da Procuradoria da República no Estado, eles deveriam ter aplicado sanções na empresa, tendo em vista que em 20 meses de contrato deixou obras inacabadas, apresentou baixo desempenho, teve falhas graves de sinalização e sequer tinha equipamentos específicos e equipe técnica para executar os trabalhos.

O MPF apurou que os fiscais relataram a ineficiência da empreiteira em 21 Boletins de Desempenho Parcial, mas ainda assim não houve qualquer tipo de punição.

Chegou a ser instaurado um procedimento interno para apurar as falhas, mas não foi levado adiante pelo chefe de engenharia, que sequer o considerou na rescisão amigável.

O valor bloqueado corresponde, segundo o MPF, ao montante pago pelo poder público pelas obras mal feitas e executadas em pouco mais de 10% do que foi pactuado. Isso leva o órgão a crer que houve razões de interesse pessoal em cancelar o contrato sem a aplicação de sanções, o que gerou prejuízos à obra, ao erário e aos usuários da rodovia.

No mérito da ação, o Ministério Público pede que os dirigentes sejam condenados por violação dos princípios administrativos e dano aos cofres públicos.

Pascoal não foi encontrado para se manifestar sobre as denúncias. A assessoria do Dnit informou que ele se mudou do Estado ao deixar o órgão e teria se aposentado.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions