A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

21/07/2009 18:19

Justiça libera passaportes de pesquisadores americanos

Redação

Liminar da Justiça Federal liberou hoje os passaportes dos três pesquisadores norte-americanos, retidos há mais de um mês pela PF (Polícia Federal), em Corumbá. Mark Andrew Tress, Kellu Michael Wendt e Michael Matthew McGlue foram acusados pelos crimes de usurpação ou exploração de matéria-prima pertencente à União.

Em conjunto com pesquisadores ligados à Unesp (Universidade Estadual Paulista), o trio de americanos coletava sedimentos depositados no fundo de lagoas da região de Corumbá. Agora eles esperam por uma autorização para deixar o país.

A Justiça liberou também os equipamentos de pesquisa apreendidos pela Polícia Federal com o grupo. Mas o material só deve ser devolvido na próxima semana, pois nem todos os dados foram anexados ao inquérito.

O advogado dos americanos, Roberto Lins, aguarda agora permissão para que o grupo retorne aos Estados Unidos. O MPF (Ministério Público Federal) analisa o caso.

Prisão - Os três pesquisadores americanos foram presos em flagrante no dia 16 de junho, na Baía Vermelha, região da Serra do Amolar. Depois de nove dias de prisão, receberam liberdade provisória no dia 25 de junho, mas tiveram seus passaportes retidos.

Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
UFGD oferece vagas em 36 cursos de graduação pelo Sisu
A UFGD (Universidade da Grande Dourados) está ofertando 944 vagas em 36 cursos de graduação para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada). As inscrições...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions