A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

27/10/2010 18:40

Justiça manda Cimi pagar indenização a fazendeiro

Redação

O TJ (Tribunal de Justiça) negou recurso do Cimi (Conselho Indigenista Missionário) e manteve condenação de indenização de R$ 30 mil a um pecuarista de Antonio João por danos morais.

Em um artigo publicado no dia 31 de dezembro de 2002, ele foi acusado de ter matado 20 índios da etnia Guarani-Kaiowá, incluindo muitas crianças. Mas nada foi provado contra o pecuarista.

"A conduta da requerida, de forma alguma pode ser considerada como exercício regular do ato de informar, pois nenhuma das acusações realizadas, foram efetivamente comprovadas", disse o juiz de Direito Odemilson Roberto Castro Fassa.

Publicado no informe semanal do projeto "O Mundo que nos Rodeia", em português, inglês e alemão, o material foi distribuído por fax, correio postal e eletrônico. O documento do Cimi dizia ainda que o fazendeiro teria queimado uma casa de Reza dos índios.

O Cimi não negou ter publicado os informes, mas defendeu que apenas relembrou fatos relatados pelos indígenas da terra onde está localizada a fazenda do requerente.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions