A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

28/01/2015 14:09

Justiça suspende contrato de inspeção veicular ambiental em Campo Grande

Edivaldo Bitencourt

O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) acatou pedido do Ministério Público Estadual e suspendeu o contrato de concessão do serviço de inspeção veicular ambiental em Campo Grande. Com a decisão do desembargador Luiz Tadeu Barbosa Silva, o Consórcio Inspecionar Ambiental Veicular SPE Ltda, criado para assumir o serviço, não poderá atuar na Capital.

O MPE utilizou outra inspeção, a de segurança, determinada no dia 30 de dezembro do ano passado pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito), para conseguir a liminar ontem e suspender a atuação do consórcio. A decisão da Justiça atinge o grupo Inspecionar, mas não suspende a inspeção obrigatória para veículos com mais de cinco anos.

A promotoria alegou que existem vícios insanáveis na licitação realizada pela Prefeitura de Campo Grande em 2012, como direcionamento e restrição a competitividade.

No entanto, Luiz Tadeu não acatou o pedido do MPE para anular o contrato, que prevê faturamento de R$ 625 milhões ao grupo vencedor. A Prefeitura terá 20 dias para se manifestar e o consórcio outros 10 dias.

O pedido de liminar tinha sido negado pelo juiz da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, David de Oliveira Gomes Filho, no dia 9 deste mês.



Realmente lamentável essa inspeção veicular, pois além de onerosa também rouba o nosso tempo, será que os veículos sem condições de trafegar serão levados por seus zelosos donos ao pátio para reprovação? Duvido, e como não há fiscalização nas ruas, os corretos é que pagarão o pato, como sempre. Mais uma taxa para sustentar nosso sistema corrupto e ineficiente.
 
jukahballa em 28/01/2015 17:00:54
Mas assim o TJ tá tirando a comida da boca dos filhos do prefeito...
 
Max em 28/01/2015 16:52:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions