A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

11/01/2010 10:18

Laudos reforçam tese de suicídio da médica Neide Mota

Redação

Os primeiros laudos de exames periciais reforçam a tese de que a médica Neide Mota tenha cometido suicídio. Ela foi encontrada morta dentro de seu carro, um Cross Fox, na tarde do dia 29 de novembro do ano passado, em uma chácara no Jardim Veraneio.

Com ela havia uma carta com frases sobre morte. O exame grafotécnico do manuscrito concluiu que a carta foi mesmo escrita por ela. O laudo do exame feito no aparelho celular da médica também não indicou "nada anormal", segundo a Polícia Civil.

No dia 23 de dezembro a Polícia pediu mais prazo para conclusão das investigações e até o momento não houve resposta do Judiciário.

São aguardados ainda os laudos dos exames necroscópico e toxicológico, apontando a causa da morte e a dinâmica do local do crime, com base em várias fotografias.

Dentro do carro a média morreu havia duas seringas de 10 ml cada, além de dois frascos com lidocaína, um deles aberto.

O produto é usado como anestésico local para procedimentos simples como os odontológicos.

Existe a suspeita de que a ex-médica tenha trocado a substância dos frascos e substitído a lidocaína por outro medicamento que possa ter provocado uma parada cardíaca.

Aborto

STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
UFGD oferece vagas em 36 cursos de graduação pelo Sisu
A UFGD (Universidade da Grande Dourados) está ofertando 944 vagas em 36 cursos de graduação para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada). As inscrições...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions