A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

02/07/2008 13:46

Leishmaniose visceral mata uma pessoa em Corumbá

Redação

Marcos Alício da Silva, 41 anos, morreu ontem, em Corumbá, município distante 426 quilômetros de Campo Grande, e a suspeita é que a causa da morte tenha sido a leishmaniose visceral. Segundo informações do site Capital do Pantanal, ele estava internado há 15 dias no Hospital da Caridade e ontem faleceu. 

Silva morava com a mãe na Rua Projetada 08, bloco 04, no Bairro Guanã II. De acordo com moradores do local, nos últimos dias a carrocinha recolheu diversos cães que poderiam apresentar os sintomas da doença.

No entanto, a mãe de Silva, Isaura Dias de Moura da Cruz, revelou à reportagem do Capital do Pantanal, que na rua onde morava há um morador com um cão doente e que não deixa os agentes de saúde do CCZ(Centro de Controle de Zoonoses) entrar na casa. Silva é velado na Escola Municipal Clio Proença e deverá ser enterrado no Cemitério Santa Cruz esta tarde.

Ocorrências - De janeiro a maio deste ano, já foram registrados em Corumbá 373 casos de leishmaniose canina, segundo informações do CCZ. Os bairros com maior incidência são: Centro, Nova Corumbá e Nossa Senhora de Fátima.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions