ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  22    CAMPO GRANDE 23º

Cidades

Mato Grosso do Sul fica fora da 1ª etapa das ações contra o crack

Por Viviane Oliveira | 02/02/2012 12:02
O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública,Wantuir Jacini, afirmou que o encontro foi produtivo. (Foto: arquivo/Marcelo Victor)
O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública,Wantuir Jacini, afirmou que o encontro foi produtivo. (Foto: arquivo/Marcelo Victor)

Mato Grosso do Sul não vai participar da primeira etapa do programa do Governo Federal - Crack, É Possível Vencer. O Estado do Rio de Janeiro será o primeiro a aderir ao programa federal.

Sobre a escolha dos Estados que serão os primeiros a participar do programa federal, os critérios são locais de alta concentração de uso da droga e a implementação de equipamentos de saúde.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e representantes dos Ministérios da Saúde e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome se reuniram na última terça-feira (31), em Brasília, com os 26 secretários estaduais de Segurança Pública, integrantes do Consesp (Colégio nacional de Secretários de Segurança Pública).

O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública,Wantuir Jacini, afirmou que o encontro foi produtivo. “Foi reafirmado o financiamento do Enafron (Plano Estratégico de Fronteiras) e deu andamento ao programa contra o crack, que terá investimentos de R$ 4 bilhões, provenientes dos ministérios da Justiça e Saúde”, disse o secretário.

Com relação ao programa contra o crack o ministro da Justiça informou que governo federal deve firmar com oito Estados, até o fim do primeiro semestre, o termo de adesão ao Programa Crack.

José Eduardo Cardozo garantiu também que as ações policiais somente serão desenvolvidas quando os equipamentos de saúde puderem atender os usuários que serão encaminhados. No encontro, foi apresentada aos secretários a metodologia que o programa federal deve programar, respeitando as necessidades de cada região.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário