A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

04/09/2008 08:12

Ministério da Justiça convoca reunião sobre greve em MS

Redação

Uma reunião na tarde de hoje, no Ministério da Justiça, em Brasília, vai discutir a greve de agentes do presídio federal, que deve começar amanhã, em Campo Grande. Segundo o Depen (Departamento Penitenciário Nacional), representantes dos servidores foram convocados para o encontro, às 16 horas (DF), que terá a participação do diretor-geral do Depen, Airton Michels e, possivelmente, do ministro Tarso Genro.

Também foram chamados para a discussão, membros do sindicato do Presídio Federal de Catanduvas, no Paraná, que teriam anunciado a disposição de aderir ao movimento iniciado em Mato Grosso do Sul.

O vice-presidente do Sinapef/MS (Sindicato dos Agentes Penitenciários Federais), Vanilton Mota, garante que nenhum membro da entidade foi convidado ainda para a reunião, em Brasília.

Os agentes reclamam do aumento da carga horária, para 40 horas semanais, apesar do salários continuarem no mesmo patamar.

O fato da carreira ser recente, com as primeiras contratações em 2006, demandariam ajustes ao longo dos anos, sobre benefícios, justifica a assessoria do órgão.

O Depen alega que o horário é estabelecido em lei, e deve ser cumprido por todos os servidores federais. Sobre a remuneração, o Departamento apresenta números do que considera avanços nos últimos anos. O salário, que a princípio era de R$ 2,8 mil, passou a R$ 4,5 mil e agora está em R$ 5,1 mil.

O corregedor do Presídio Federal, juiz Odilon de Oliveira, desconhece o encontro em Brasília e disse que só no período da tarde deve agendar uma reunião para discutir o assunto em Campo Grande.

Contra greve - O Sinapef foi notificado hoje de decisão judicial que obriga o trabalho de pelo menos 50% do efetivo durante a greve no Presídio Federal de Campo Grande, mas segundo Mota, a determinação não muda o que já havia sido acordado em assembléia.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions