A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

31/10/2014 11:10

Ministério da Saúde não inclui MS na lista de infectados por Chikungunya

Aliny Mary Dias

Divulgada ontem (30) pelo Ministério da Saúde, a lista dos estados que registraram pacientes infectados pelo vírus da Febre Chikungunya não citou Mato Grosso do Sul, que teve o primeiro caso confirmado no há duas semanas em Campo Grande.

Conforme a assessoria de imprensa da SES (Secretaria de Estado de Saúde), o erro aconteceu porque quando o Ministério da Saúde finalizou a coleta dos dados com cada Estado, a vigilância epidemiológica estadual ainda analisava se o sul-mato-grossense havia contraído o vírus fora ou dentro do Estado.

A SES já entrou em contato com o Ministério da Saúde e a expctativa é que uma correção seja divulgada e inclua Mato Grosso do Sul na lista dos estados com casos confirmados.

De acordo com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública), o primeiro caso registrado no Estado é de um homem de 35 anos que foi internado em uma clínica particular da cidade no dia 21 de outubro. Inicialmente foi cogitada a hipótese dele ter contraído a doença durante viagem para fora do Estado, porém devido a manifestação "recente" do vírus, o paciente foi infectado no Estado.

No país – O relatório nacional sobre a doença divulgado ontem revela que até o dia 25 de outubro foram registrados 828 casos da Chikungunya. Do total, são 39 casos importados de pessoas que viajaram para países como República Dominicana, Haiti, Venezuela, Ilhas do Caribe e Guiana Francesa.

Outros 789 foram diagnosticados em pessoas sem registro de viagem internacional para países onde ocorre a transmissão. Destes, 330 foram registrados no município de Oiapoque (AP), 371 em Feira de Santana (BA), 82 em Riachão do Jacuípe (BA), dois em Salvador (BA), um em Alagoinhas (BA), um em Cachoeira (BA), um em Amélia Rodrigues/BA e um em Matozinhos (MG).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions