A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Setembro de 2017

07/09/2017 13:15

Movimentos sem-terra encerram protestos e liberam rodovias de MS

Segundo a PRF, tráfego de veículo está normal na BR-163, em Campo Grande, BR-267 em Nova Andradina e Nova Casa Verde e na BR-060 em Sidrolândia

Guilherme Henri
Integrante do movimento sem terra em protesto na BR-060 entre Campo Grande e Sidrolândia (Foto: André Bittar)Integrante do movimento sem terra em protesto na BR-060 entre Campo Grande e Sidrolândia (Foto: André Bittar)

As três rodovias de Mato Grosso do Sul que eram interditadas por manifestantes de movimentos sem terra foram liberadas no final da manhã desta quinta-feira (7).

Os grupos pediam que o governo federal desbloqueie recursos para que novas áreas sejam liberadas para os sem-terra.

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal) o tráfego de veículos está normal na BR-163, em Campo Grande e em dois trechos da BR-267 sendo eles em Nova Andradina e Nova Casa Verde.

Já na BR-060, em Sidrolândia, onde além da manifestação havia uma carreta carregada com soja em chamas, por ter tentado furar o bloqueio, o Corpo de Bombeiros já extinguiu as chamas e a rodovia foi liberada há pouco.

Protesto - De acordo com um dos diretores do MPL (Movimento Passe Livre), Jonas Carlos da Conceição, o protesto acontece para chamar atenção do Governo Federal. "Estamos há nove anos sem novas áreas. Precisamos de assentamentos para famílias, precisamos de áreas. Queremos que o governo desbloqueie o recurso para aquisição de novas terras", disse.

Ainda conforme ele, pelo menos 300 pessoas participaram da manifestação na BR-163. Além do MPL, a mobilização contaou com os grupos UGP (Grêmios da Produção), FNL (Frente Nacional de Luta Campo e Cidade) e USB (União Social Brasileira).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions