A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

02/03/2009 13:01

MP quer facilitar aulas para deficientes na UCDB

Redação

Os Ministérios Públicos Federal e Estadual recomendaram à UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) a adoção de medidas que garantam o acesso de pessoas portadoras de surdez aos cursos da instituição.

A decisão foi tomada depois que o aluno Adriano de Oliveira Gianotto, portador de surdez congênita profunda, encaminhou uma representação ao MPF.

Ele foi aprovado para o curso de direito da UCDB em 2005 e recebia bolsa de estudos integral, através do ProUni (Programa Universidade para Todos), mas teve que trancar a matrícula em 2008, perdendo o benefício devido às dificuldades de aprendizado.

Adriano conta que a ausência em muitas aulas e a troca constante dos intérpretes, que traduzem as palavras dos professores para a linguagem dos sinais, impediram que tivesse aproveitamento satisfatório em algumas disciplinas.

"A disponibilização permanente de intérpretes da Libras [Língua Brasileira de Sinais] é um recurso educativo indispensável para superação da barreira de comunicação pelos alunos surdos", disse o procurador regional dos Direitos do Cidadão, Felipe Fritz Braga.

O atendimento especializado por professores formados em Libras está assegurado pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions