A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2019

10/01/2019 10:55

MS ainda busca 17 médicos para vagas de cubanos, principalmente, em aldeias

Até agora, 60 médicos estão trabalhando e outros 37 tem até hoje (10) para se apresentarem nas cidades para onde foram selecionados

Anahi Zurutuza
Médica cubana atendendo criança em unidade de saúde de Dourados (Foto: Hédio Fazan/Dourados Agora)Médica cubana atendendo criança em unidade de saúde de Dourados (Foto: Hédio Fazan/Dourados Agora)

Das 114 vagas que eram ocupadas por cubanos intercambistas do programa Mais Médicos em Mato Grosso do Sul, 17 ainda não foram preenchidas. Este é o último balanço divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Até agora, 60 médicos estão trabalhando e outros 37 tem até hoje (10) para se apresentarem nas cidades para onde foram selecionados.

As 17 vagas remanescentes estão abertas para que brasileiros formados no exterior e que não fizeram o Revalida para obterem o registro profissional se inscrevam. Faltam médicos em Bela Vista (1), Deodapolis (2), Glória de Dourados (1), Iguatemi (1), Paranhos (2), Santa Rita do Pardo (1), Sete Quedas (2) e 11 em Dseis (Distritos Sanitários Especiais Indígenas). 

O Ministério da Saúde recebeu 10.205 inscrições de profissionais brasileiros e estrangeiros formados no exterior (sem registro no Brasil) dispostos a participarem do programa. O prazo para o envio da documentação dos profissionais encerrou em dezembro de 2018 e os documentos estão em análise pela pasta.

A próxima chamada do Programa Mais Médicos acontece nos dias 23 e 24 de janeiro. Nos dias 30 e 31 de janeiro, os médicos estrangeiros terão acesso ao sistema para optarem pelas localidades com vagas em aberto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions