A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/06/2012 13:32

MS é o sexto no País em conclusão de inquéritos sobre homicídio

Luciana Brazil
Conselheira Thais Ferraz entrega certificado de conclusão da meta II ao secretário Jacini. (Fotos:Luciana Brazil) Conselheira Thais Ferraz entrega certificado de conclusão da meta II ao secretário Jacini. (Fotos:Luciana Brazil)

Mato Grosso do Sul cumpriu mais de 90% da meta II da Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp), ficando na sexta posição do ranking no país. A meta era concluir os inquéritos e procedimentos das investigações de homicídio doloso instaurados até o dia 31 de dezembro de 2007.

O resultado faz parte do trabalho conjunto entre o MPE (Ministério Público Estadual), Polícia Civil e a Sejup (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) . Dos 543 inquéritos de Mato Grosso do Sul, foram concluídos 490. Desse total, 60% foram enviados ao MPE, que sustenta a fase judicial do processo.

Na manhã de hoje, durante a cerimônia de premiação recebida pelo MPE, pelo devido cumprimento da meta, a Coordenadora do Grupo de Persecução Penal da Enasp, a Conselheira do Conselho Nacional do Ministério Público, Taís Schilling Ferraz, lembrou que Mato Grosso do Sul se mobilizou desde muito cedo para alcançar a meta e explicou o motivo da premiação.

“O Estado apresentou índice superior a média nacional que foi de 19%. Avaliando a proporção do país, o Estado teve um bom resultado”.

O secretário Estadual de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, ressaltou que a integração do MPE com a polícia é uma das principais fontes para o sucesso do trabalho. “Ao todo, 400 policiais, entre delegados e agentes, foram integrados desde 2008 e isso também representa investimento nas estratégias de segurança”.

Ele afirmou também que a ação conjunta produziu um resultado amplamente favorável, que foi finalização dos inquéritos.

A cerimônia de premiação, que aconteceu na Procuradoria-Geral de Justiça, no auditório Dr.Nereu Aristides Marques, visa reconhecer o trabalho desenvolvido pelos gestores da Polícia Civil e do MPE.

Promotor Douglas recebe homenagem do Conselho Nacional do Ministério Público pelos trabalhos realizados.Promotor Douglas recebe homenagem do Conselho Nacional do Ministério Público pelos trabalhos realizados.

“Temos outras metas em andamento, sendo uma delas o levantamento das sub-notificações dos crimes de homicídio, que se trata da Meta I. Muitos crimes, por um procedimento padrão, acabam sendo notificados de maneira errônea e nós estamos tentando modificar isso”, explicou a conselheira Taís Ferraz.

A burocracia também foi apontada pela conselheira como um dos problemas que dificultam os trâmites das investigações de homicídio.

Estiveram presentes o procurador-geral de Justiça, Humberto de Matos Brittes e a 2° vice-presidente da Assembléia Legislativa, Dione Marly Hashioka, representando o presidente Gerson Domingos e o comandante da Polícia Militar, o coronel Carlos Alberto Davi.

Participaram também da premiação os gestores da meta II no Estado, o juiz do Tribunal de Justiça, Alexandre Antunes da Silva, o promotor do Tribunal do Júri, Douglas Oldergado e o delegado titular da DEH (Delegacia Especializada de Repressão a Homicídios), os dois últimos, homenageados.

Brasil: O país tem o maior número absoluto de homicídios do mundo e o nível de elucidação é baixíssimo, de acordo com a Associação Brasileira de Criminalística. No Brasil, a porcentagem de elucidação varia entre 5% a 8%. Já nos Estados Unidos esse número atinge 65%, no Reino Unido o valor ainda mais alto chegando a 90% de esclarecimentos.

Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...


PARABÉNS DR. DOUGLAS, HOMENAGEM MERECIDA.
 
ANDREA BITENCOURT em 20/06/2012 11:47:30
Meu tio Samuel Patrocínio da Silva, funcionário da EMBRATEL, foi assassinado em 12 de junho de 1992, com dois tiros na cabeça, passaram-se 20 anos e até agora a pessoa que o executou não foi presa, infelizmente ele ficou no grupo dos casos não solucionados! Nossa família ainda espera por justiça!
 
Jean Silva em 20/06/2012 09:48:25
Parabéns a todos os Policiais Militares deste Estado que que na maioria das vezes entregam as ocorrências nas Delegacias completamente resolvidas.
 
Sidnei Garcia em 20/06/2012 06:35:24
Muitos que ocupam altos cargos são nomeados por políticos, sendo que na maioria das vezes, não de maneira coerente, para que a situação mude, devemos analizar bem quem "escolhemos" para "escolher"!
Muitos votam por oportunismo não levando em conta o que será ou não será feito nos próximos 4 anos, sendo assim ou escolhemos bem ou reclamamos por 4 anos!!!
 
MAXWELL CASANOVA AZARIAS em 20/06/2012 05:06:06
Fato é que ganham para isso, mas em todas as áreas existem profissionais que também ganham ( e muito) mas não fazem, devemos parabenizar sim aqueles que procuram fazer o melhor, esta longe da perfeição, mas, em todos os setores tem quem faz e quem não faz, por isso devemos reconhecer os que fazem!
Positivamente devemos acreditar que aqueles que "FAZEM" são a esperança de que o "SISTEMA" funcione!
 
MAXWELL CASANOVA AZARIAS em 20/06/2012 04:56:16
Não devemos parabenizar ninguém por fazer o seu trabalho, recebem para isso, não estão fazendo caridade !
Os serviços públicos de segurança no Brasil ainda tem MUITO a evoluir inclusive aqui no Estado.
 
Roberto Inzagaki em 20/06/2012 03:47:07
Que bom que nosso Estado é referência em algo bom, desejo que continue assim, sempre buscando a excelência!!!
Parabéns ao MPE, Polícia Civil e Sejup!!
 
MAXWELL CASANOVA AZARIAS em 20/06/2012 03:13:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions