A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

27/09/2018 13:29

MS é o 8º Estado com maior número de eleitores impedidos de votar

No Estado, 61.050 tiveram os títulos de eleitor cassados porque não compareceram à Justiça Eleitoral para o cadastramento biométrico e atualização de dados

Anahi Zurutuza
Fila para o cadastramento biométrico em posto de atendimento montado pela Justiça Eleitoral em Campo Grande (Foto: Saul Schramm/Arquivo)Fila para o cadastramento biométrico em posto de atendimento montado pela Justiça Eleitoral em Campo Grande (Foto: Saul Schramm/Arquivo)

Com 61.502 títulos de eleitor cassados, Mato Grosso do Sul é o 8º Estado no Brasil com maior número de cidadãos que não poderão votar nestas eleições. Nesta quarta-feira (27), o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu manter o cancelamento pela Justiça Eleitoral de 3,4 milhões de documentos em 1.248 municípios por ausência na revisão cadastral, que abrange o cadastramento biométrico.

Por 7 votos a 2, o Supremo rejeito pedido apresentado pelo PSB (Partido Socialista Brasileiro) para autorizar a votação destes eleitores irregulares. Dentre os argumentos, a legenda chegou a alegar que os 3,4 milhões que não se manifestariam nestas eleições correspondiam à soma do eleitorado de Mato Grosso do Sul e do Mato Grosso.

Conforme cálculo feito pela Agência Brasil, metade dos títulos de eleitor cancelados no país está concentrada em cinco estados. Só na Bahia foram 586.333. Na sequência, aparecem São Paulo (375.169), Paraná (257.941), Ceará (234.487) e Goiás (219.426).

No ranking, antes de Mato Grosso do Sul há ainda o Maranhão (216.576) e Minas Gerais (213.172).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions