A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/06/2014 16:27

MS tem déficit carcerário de 6,1 mil vagas, revela Conselho de Justiça

Edivaldo Bitencourt

Levantamento do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) revela que a população carcerária de Mato Grosso do Sul é de 13.513 presos. O déficit no Estado é de 6.156 vagas, enquanto no País há necessidade de construir presídios para abrigar 210,4 mil detentos.

Brasil conta com 715,6 mil presos, a 3ª maior população carcerária do mundo, só atrás dos Estados Unidos (2,2 milhões) e China (1,7 milhão).

“Até hoje, a questão carcerária era discutida em referenciais estatísticos que precisavam ser revistos. Temos de considerar o número de pessoas em prisão domiciliar no cálculo da população carcerária”, afirmou o supervisor do Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas (DMF/CNJ), conselheiro Guilherme Calmon.

No Estado, dos 13,5 mil presos, 31% são provisórios (ainda não foram condenados pela Justiça). Outros 775 cumprem prisão domiciliar, que é determinada pela Justiça. De acordo com o CNJ, a prisão domiciliar é concedida a presos com problemas de saúde que não podem ser tratados na prisão.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions