A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2019

27/07/2010 09:17

Mulher acorrentada termina protesto contra igreja

Redação

Depois de ficar 18 horas acorrentada às grades do Centro Integrado de Proteção à Criança e ao Adolescente Nelly Baís Martins, no Aero Rancho, a aposentada Sueli Ferreira de Moura, 42 anos, saiu do local, às 3 horas de hoje.

Uma amiga dela, que não quer se identificar, afirma que Sueli está internada, porém, alega não saber em qual unidade médica a aposentada está.

Pouco mais de dois meses depois do primeiro protesto, em que se acorrentou em frente à Igreja Universal do Reino de Deus, ela iniciou outra manifestação às 9 horas de ontem.

Ela reclama que nenhuma providência foi tomada contra a igreja, que acusa de aliciar o filho dela, de 17 anos, e o influenciar a parar de estudar.

Sueli também acusou omissão do poder público que não encaminhou o menino para tratamento.

Já a delegada Regina Mota explica que a mãe jamais retirou da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) a guia para tratamento psiquiátrico.

PF pede 90 dias para fechar inquérito sobre atentado contra Bolsonaro
A Polícia Federal (PF) pediu hoje (16) à Justiça Federal em Minas Gerais mais 90 dias para encerrar o inquérito que apura quem são os responsáveis pe...
Com 3 sorteios na semana, Mega-Sena pode pagar até R$ 27 milhões, amanhã
A Mega-Sena pode pagar até R$ 27 milhões nesta quinta-feira (17) para quem acertar as seis dezenas do prêmio. Nesta semana, excepcionalmente, como pa...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions