A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

31/10/2010 14:24

Mulher acusada de matar dependente química se apresenta

Redação

Uma mulher moradora de Ponta Porã se apresentou neste domingo no 1° Distrito Policial do município da região Sul para prestar depoimento sobre o assassinato de uma dependente química, que foi morta em fevereiro deste ano na Linha Internacional.

Segundo o Conesul News, Mercedes Castro é acusada de ter assassinado a facadas uma dependente química identificada como Kariely no dia 6 de fevereiro.

A mulher foi ouvida e indiciada, e depois liberada porque não estava mais em situação de flagrante delito.

No dia 6 de fevereiro deste ano, Kariely foi morta a facadas. A princípio pensou-se que a jovem foi morta depois de ter roubado uma bicicleta em uma festa na cidade de Ponta Porã. A autora das facadas também atingiu um rapaz e fugiu para Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia.

Na semana em que foi morto, Kariely tinha saído de uma clínica de reabilitação para dependentes químicos. Mercedes contou na delegacia que agiu em legítima defesa. Na noite do crime, por volta das 2 horas da manhã a mulher saiu em busca do marido que não havia retornado para casa.

O marido de Mercedes era usuário de drogas. Ao chegar na Linha Internacional, que divide Brasil e Paraguai, a acusada pelo assassinato encontrou o marido brigando com Kariely e uma terceira pessoa.

De acordo com Mercedes, o marido acusava Kariely de ter vendido sua bicicleta.Ao entrar na briga, Mercedes teve a blusa rasgada pela jovem, que foi atingida pela faca que a mulher levava para se defender.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions