A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2019

21/08/2010 10:35

Mulher reclama de descaso de clínica e demora em exame

Redação

A assistente social Khedma Karin, de 29 anos, enfrentou problemas nesta manhã na clínica Sonimed, onde agendou uma ressonância magnética para seu filho de dois anos.

O procedimento estava marcado para as 8h30, mas o anestesista só chegou ao local uma hora depois. Além disso, iniciou o atendimento por um paciente que estava marcado para as 9h30 e que tinha cinco exames para fazer.

Khedma reclamou com as atendentes, que sugeriram a remarcação do exame.

"Não vou remarcar. Não vou colocar uma criança de dois anos em jejum por mais 12 horas. Eu pago a Unimed, não é de graça. Você chega e tem que falar amém para tudo que eles falam", protestou.

Ao questionar as atendentes a respeito da demora, ouviu que o atraso se devia ao Servan (Serviço de Anestesia), que mandou outro anestesista à clínica. Mas ele só chegou uma hora depois do telefonema de Khedma.

A clínica alega que o problema foi com a anestesia e que em nenhum momento a Sonimed se negou a fazer o exame.

De acordo com os responsáveis pela clínica, o agendamento é feito pelo Servan, e o anestesista não compareceu no horário marcado. A justificativa é que ele estava atendendo outro paciente e acabou se atrasando.

O Servan alega ter entrado em contato com a clinica para comunicar o atraso. Khedma, por outro lado, diz que há 70 anestesistas na empresa "e não tinha um que pudesse ir até lá".

A Sonimed diz que a criança passará pelo exame assim que for concluído o atendimento do outro paciente.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions