A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Junho de 2018

27/07/2009 10:53

Na volta às aulas, alunos têm alerta sobre gripe suína

Redação

Na volta às aulas, os alunos serão alertados sobre sintomas e cuidados em relação à gripe A H1N1, a gripe suína, que tem seis casos confirmados em Mato Grosso do Sul e causou a morte de 33 pessoas no país.

Conforme a SED (Secretaria Estadual de Educação), todas as 362 escolas estaduais receberam comunicado sobre a doença. A orientação é para que os professores permaneçam atentos aos casos em que os alunos apresentem febre alta, tosse e dor de cabeça. Nestas circunstâncias, os pais dos estudantes serão avisados e o diretor deve encaminhar os alunos para atendimento médico.

As medidas, repassadas durante reunião com representantes da SES (Secretaria Estadual de Saúde) na última quinta-feira, incluem práticas simples, como evitar ambientes fechados, manter as mãos limpas e cobrir a boca com lenço ao espirrar.

A rede estadual de ensino possui 304 mil alunos. A maioria dos colégios retoma as aulas amanhã. Contudo, na escola estadual Lúcia Martins Coelho, em Campo Grande, os 2.500 alunos e 85 professores iniciaram o segundo semestre do ano letivo nesta segunda-feira.

De acordo com o diretor Adão Alves Monteiro, logo no início da aula, os alunos foram orientados sobre a gripe. Segundo ele, os docentes cumpriram o que foi repassado pela Secretaria de Educação.

"Os professores conversaram com alunos. Perguntaram se tinha alguém com gripe e pediram que eles ficassem atentos, principalmente, os que viajaram para o Sul", salienta o diretor. No Rio Grande do Sul, a nova gripe provocou 16 mortes.

Professora de biologia, Lílian Bueno espera contar com a boa vontade dos pais. Segundo ela, muitos pais se opõem a que o filho falte à aula quando está com gripe. "Muitos pais, até o semestre passado, não aceitavam que o filho ficasse em casa por causa de uma tosse", exemplifica.

O estudante Heyoan Leonardo Maiolino, de 16 anos, conta que se informa sobre a doença por meio da internet e da televisão. "Apóio as medidas tomadas pela escola".

Gripe e dengue - Em Campo Grande, a Reme (Rede Municipal de Ensino) e as escolas particulares devem retomar o ano letivo com a exibição de um vídeo. "O prefeito Nelsinho Trad gravou um clipe alertando sobre a gripe e a dengue. Já estamos nos preparando devido ao risco de epidemia de dengue", afirma a secretária municipal de Educação, Maria Cecília da Motta. Na Reme, 80 mil alunos retornam às aulas amanhã.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) repassou ofício às escolas determinando cinco medidas: pessoas (alunos, professores e demais funcionários) que estiveram em outros países e no Rio Grande do Sul devem permanecer em casa por sete dias (período de transmissão do vírus); manutenção de boa ventilação nas salas de aula e demais dependências da escola; os alunos não devem compartilhar copos, talheres, toalhas, entre outros objetos pessoais; adoção de medidas de precaução de transmissão de gotículas, como lavagem frequente das mãos; em caso de suspeita de gripe, a escola deve orientar a pessoa para que retorne ao seu domicílio e procure assistência médica.

IFMS divulga resultado da seleção de jovens e adultos para os cursos técnicos
O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) publicou nesta sexta-feira, 22, o resultado preliminar do processo seletivo para ingresso em cursos ...
SUS incorpora novos tratamentos para doenças raras
A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias aprovou novas opções de cuidado para quem sofre de doenças raras no Brasil. Os tratamentos, de aco...
Mega-Sena de amanhã pode pagar R$ 38 milhões após 6 sorteios sem premiados
O sorteio da Mega-Sena de amanha (23) pode premiar um ou mais acertadores com até 38 milhões. No último sorteio, quarta-feira (20) o prêmio acumulou ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions