A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

12/09/2008 07:24

Namorado procura Polícia e confessa morte de cabelereiro

Redação

Adenildo Santos e Silva de Moura, de 18 anos, se apresentou ontem à Polícia de Dourados e confessou ter assassinado o cabeleireiro Mário Espíndola Pereira, de 43 anos, o Kiko, no dia 31 agosto.

Ele contou que era namorado do cabelereiro há 8 meses e justificou o crime dizendo como legítima defesas. Na história de Nildo, ele tentava acabar o relacionamento com Kiko, que não teria concordado com a separação.

Segundo o jovem, os dois tiveram uma briga em uma lanchonete da cidade. Depois da discussão, eles foram para casa, relatou Nildo.

Depois do bate-boca ele chegou a retornar para o bar, mas meia hora depois diz que voltou para casa e foi surpreendido pelo cabelereiro, que estava armado com uma enxada.

Na versão do jovem, ele tomou a ferramenta e passou a atacar Kiko com o cabo da enxada, para se defender. O cabelereiro acabou morrendo, com traumatismo craniano.

Após o depoimento, Nildo foi liberado, por não ter antecedentes criminais.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions