A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

30/11/2017 18:22

Neste ano, 1.493 pessoas foram diagnosticadas com HIV/AIDS em MS

Aumento é de 45,3% em relação a todo o ano passado. Número de óbitos teve redução de 32,3%.

Anahi Gurgel
Teste de HIV/AIDS sendo realizado em campo-grandense, durante campanha Dezembro Vermelho. (Foto: Fernando Antunes/Arquivo)Teste de HIV/AIDS sendo realizado em campo-grandense, durante campanha Dezembro Vermelho. (Foto: Fernando Antunes/Arquivo)

Entre os meses de janeiro e novembro deste ano, foram registrados 1.493 novos casos de HIV/Aids em Mato Grosso do Sul. O aumento de ocorrências, tanto na manifestação da doença quanto na infestação do vírus, foi de 45,3% em relação a todo ano 2016, quando foram 1.027 diagnósticos.

Dados do Sinan (Sistema de Informações de Agravos de Notificação) apontam que, apesar do crescimento no número de casos, houve queda de 32,3% na quantidade de óbitos, em comparação com o ano anterior. Foram registrados até este mês 64 mortes, sendo que em todo o ano passado foram 95 óbitos.

“Fruto de diagnóstico e a adesão precoce ao tratamento”, segundo Daniele Martins Tebet, gerente técnica do Programa Estadual IST (Infecções Sexualmente Transmissíveis)/AIDS, desenvolvido pela Secretaria Estadual de Saúde.

Ela destaca as principais ações desenvolvidas pelo programa, como acesso universal à testagem e ao tratamento, disponibilização de antirretrovirais, apoio à pesquisas científicas e orientação da conduta das populações chaves, vulneráveis e prioritárias.

Campanha – Também integram essas ações, as atividades referentes ao Dia Mundial de Luta Contra a AIDS, em 1º de dezembro. Instituída em 1987, a data tem o objetivo de incentivar a conscientização da população para prevenção da doença e reforçar a solidariedade às pessoas infectadas.

Preservativo masculino será distribuído gratuitamente para a população durante o Dezembro Vermelho. (Foto: Fernando Antunes)Preservativo masculino será distribuído gratuitamente para a população durante o Dezembro Vermelho. (Foto: Fernando Antunes)

Durante o chamado “Dezembro Vermelho”, a Secretaria Estadual de Saúde intensifica as ações em 59 municípios, com distribuição de material informativo, preservativos femininos, masculinos e gel lubrificante, além de oferecer teste rápidos gratuitos.

Como parte da campanha, será realizado nesta sexta-feira (01), na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), um colóquio para debater temas como dados epidemiológicos, diagnóstico tardio, abandono de tratamento e perfil dos pacientes internados no Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian.

A programação, coordenada pelas secretarias municipal e estadual de saúde, contempla atendimento à população com aconselhamento e teste rápido no Shopping Campo Grande, panfletagem e distribuição de preservativos no campus da UFMS.

Saúde amplia oferta do tratamento para HIV/Aids com medicamento inovador
O Ministério da Saúde vai ampliar a oferta do antirretroviral Dolutegravir no tratamento de todos os pacientes com HIV no âmbito do Sistema Único de ...
Lista de medicamentos do SUS inclui novos remédios para HIV e Alzheimer
O Ministério da Saúde divulgou hoje (25) a nova Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (Rename), que define os medicamentos que devem atender às...
Autoteste de HIV estará disponível nacionalmente até o fim de julho em farmácias
O autoteste para detectar a presença do vírus HIV no organismo deve estar disponível em farmácias de todo o país até o fim do mês. Nesta semana, o pr...
Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions