A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/10/2011 16:01

No dia do servidor público, professores pedem salário melhor

Wendell Reis
Professora afirma que máxima de que servidor não trabalha não vale para educadores (Foto:Wendell Reis)Professora afirma que máxima de que servidor não trabalha não vale para educadores (Foto:Wendell Reis)

A maioria dos servidores públicos está satisfeito com o desenvolvimento da estrutura nas escolas nos últimos anos. Porém, a insatisfação com os salários ainda lidera a reclamação da maioria. No Dia do Servidor Público, comemorado nesta sexta-feira (28), o Campo Grande News ouviu alguns profissionais da educação para falar sobre o trabalho realizado e a opinião “equivocada” dos que alegam que servidor público não trabalha.

Carla Regina Resquin é professora há 25 anos e virou servidora porque queria ser professora e para garantir estabilidade. Entretanto, passados vários anos, analisa que o servidor ainda não é devidamente valorizado, principalmente na questão salarial. Ela lembra que muitos trabalhadores ganham menos de R$ 1 mil. “Não dá para viver assim. O servidor é desvalorizado e desmotivado. Os professores trabalham e muito”.

A diretora de escola, Maria Cristina Gonçalves de Oliveira, é servidora há 27 anos e diz que sempre ouviu o estigma de que servidor não faz nada, o que não é a realidade: “Muito pelo contrário. Trabalha e muito. Mas, a questão financeira tem que melhorar. Tem que acabar este estigma de que o servidor não faz nada. Querendo ou não, quem move a cidade é o servidor”.

A diretora lembra que não pode reclamar de investimentos, pois a política pública obriga o governo a investir, o que tem melhorado as condições de trabalho, ficando devendo apenas na questão salarial.

João Carlos Ximenes da Silva é servidor há 24 anos. Engenheiro formado, ele começou a dar aulas para fazer bico e acabou virando professor. Para ele, a maioria dos profissionais atende bem a população. Entretanto, reconhece que há exceções, em casos de falta de humanismo: “Você pode tratar melhor as pessoas e com isso ser respeitado também”.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


Nada justifica o salário de um professor ser menor do que o de muitos outros profissionais; pelo contrário, deveríamos ser melhor reconhecidos pelo árduo trabalho q. desempanhamos, pela responsabilidade q. pesa sobre nossos ombros de: educar, ser pais e mães em determinados momentos, conselheiros e muito mais do que isso, demosntrar o amor pelos alunos cm se fossem mais do que "filhos"
 
nilaide monteiro ovando em 29/10/2011 02:21:35
Um professor, para ser professor tem de estudar tanto quanto um engenheiro ou advogado, não entendo por que tem que ganhar menos. Aliás, quem é o advogado, médico, engenheiro... sem professor????
 
Solange Lopes em 28/10/2011 08:14:55
É verdade só os professores que trabalham muito e recebem menos que R$ 1.000,00 reais, um gari trabalha só 6 horas por dia e ganha mais de mil reais.........
 
thiago souza em 28/10/2011 06:13:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions