A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/05/2010 08:26

No último dia para tirar título, fila dá a volta no TRE

Redação

No último dia para transferência de domicílio eleitoral e para fazer o alistamento para o primeiro título de eleitor, a fila de pessoas que deixaram para a última hora dá voltas no estacionamento prédio do Tribunal Regional Eleitoral, no Parque dos Poderes, em Campo Grande.

Nesta quarta-feira o TRE reforçou o quadro de atendentes de dias normais, de 12 funcionários para 59. Ao todo 70 pessoas trabalham hoje, entre atendentes e operacionais. No andar térreo são 19, outros 14 estão trabalhando em terminais extras no auditório, 10 no corredor e 16 nos cartórios eleitorais.

São aguardadas até às 18 horas de 4 a 5 mil pessoas e quem chegar depois desse horário não irá receber senhas para atendimento. Nas filas há funcionários fazendo triagem, o que dá agilidade aos atendimentos. Foram instalados banheiros químicos no estacionamento.

O chefe de atendimento ao eleitor, Luiz Carlos Barbosa, disse que o TRE divulgou amplamente o prazo, com antecedência, mas ainda assim não pôde evitar a fila de última hora. "Avisamos com antecedência, nos meios de comunicação, mas o último dia sempre é assim", disse.

O pastor Raul Souza e a esposa Rute Souza foram ao local para fazer transferência de domicílio. "Tentamos fazer pela internet e não conseguimos, mas o atendimento está rápido", diz.

Adrielly Ferreira da Silva, que logo vai completar 18 anos, disse não teve tempo de ir antes ao TRE, por conta do trabalho e que não conseguiu, inclusive, avisar o patrão que chegaria atrasada hoje. Dentre as pessoas que esperavam na fila, várias foram tirar a segunda via, serviço para o qual o prazo não é encerrado nesta quarta-feira.

Era o caso de Maior Aparecida Vitório, de 51 anos. Ela entrou na fila às 7 horas e às 8h30, quando estava chegando a vez dela de ser atendida, encontrou o título na bolsa.

O soldado Ronaldo Maia Nunes Junior, de 18 anos, conta que foi tirar o título para regularizar a situação, mas não deve votar porque estará de serviço e neste caso fica desobrigado.

Cláudio Diniz da Silva, 32 anos, que oferecia serviço de plastificação em uma tenda no estacionamento, também aproveitou a concentração de pessoas para vender refrigerantes aumentar o lucro.

De janeiro a maio deste ano o TRE já fez 27.567 atendimentos, a maioria para emissão de primeiro título e transferência. No último ano eleitoral, em 2008, foram atendidos de janeiro a maio 37.689 eleitores.

Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions