A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/08/2009 09:59

Novas armas aumentam poder de fogo da Polícia em 4 vezes

Redação

Mais eficientes e modernas, as pistolas semiautomáticas calibre .40 distribuídas hoje pelo governo do Estado às polícias Militar e Civil aumentam o poder de fogo da segurança em quatro vezes.

Segundo informações do governo, os revólveres calibre 38 usados atualmente têm seis balas e com as pistolas serão 13 mais um pente com a mesma quantidade de munição.

As armas serão encaminhadas para os Batalhões e Companhias Independentes da zona de fronteira para reforçar o policiamento. Os PMs serão treinados para usar o novo armamento.

"Policiais, inclusive da Polícia Rodoviária Estadual, de Mundo Novo a Corumbá, terão mais condições de atender a população com o novo armamento. O policial e a população ficam mais seguros e só ganham com a melhoria na segurança pública", disse o comandante-geral da PM, coronel Geraldo Garcia Orti.

Não-letal - Ao mesmo tempo, a Polícia recebe 30 armas não-letais, que emitem choques elétricos suficientes para derrubar uma pessoa. Conhecida como "taser", ela debilita temporariamente o agressor sem causar ferimentos.

Esse armamento será repassado ao Cigcoe, o grupo de elite da Polícia Militar, que atua em situações de crise, como em rebeliões em presídios e desocupação de áreas públicas. O treinamento começa na próxima semana e ainda neste mês os policiais devem estar aptos ao uso.

Comprado em convênio com o Ministério da Justiça, este tipo de armamento não-letal já é utilizado em diversos Estados e em outros países para o combate à criminalidade. Ela dispara rajadas de energia capazes de paralisar o alvo inimigo, como se ele tombasse de frente com um muro invisível.

Segundo o fabricante, o funcionamento lembra um forno de microondas. As moléculas de água da pele se aquecem de forma que o corpo parece arder em chamas. Em três segundos a vítima se rende.

Ao contrário das armas convencionais, a teaser tem ação efetiva sobre 100% da área do corpo. Ao apertar o gatilho, o equipamento lança dois dardos, por meio de um sistema de propulsão, que penetram na roupa do suspeito e aderem ao corpo.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, os tasers serão monitorados, para impedir o uso indiscriminado. "O equipamento possui uma memória interna que quando plugada a um computador emite um relatório com as datas de todos os disparos efetuados", detalha o governo.

Todos os equipamentos também possuem uma marca específica, como uma impressão digital. Em cada disparo o taser libera microconfetes com o número de série. Assim, numa varredura feita no local em que a ação foi desenvolvida é possível precisar que equipamento foi utilizado.

Bebida - Nesta terça-feira foram entregues também 50 bafômetros doados pela Secretaria Nacional de Segurança Pública, com 2,5 mil bocais, cada. Os equipamentos serão repassados à Polícia Rodoviária Estadual e também ao interior.

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions