A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

02/09/2010 21:24

Novo motim é controlado e policiais contam internos

Redação

Pela segunda vez consecutiva uma nova rebelião foi contida a pouco na Unei (Unidade Educacional de Internação) Dom Bosco, improvisada no prédio da antiga Colônia Penal Agrícola. Transferidos a alojamentos com estruturas inferiores as do pavilhão queimado nesta tarde, os internos começaram a quebrar as paredes e tentaram fugir.

Policiais do 10º BPM (Batalhão de Polícia Militar) informaram a reportagem do Campo Grande News de que nenhum dos 78 adolescentes fugiu. Uma contagem dos internos é feita neste momento.

Conforme o superintendente de assistência sócio-educativa da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), coronel PM Hilton Villasanti, os alojamentos em que os adolescentes estavam são frágeis, mas eles permanecerão no local, que não foi queimado. Ele garante que não houve fuga.

Hoje, os 78 adolescentes detidos no local começaram a primeira rebelião do dia, quando dois deles conseguiram escapar, por volta das 15h, depois do banho de sol. Com isso, os outros acabaram se recusando a voltar para os alojamentos.

No motim desta quinta-feira, o terceiro em uma semana, os internos queimaram o pavilhão em que estavam presos; o local ficou totalmente destruído. Vários chuços (armas artesanais) foram recolhidos e um enorme buraco foi aberto pelos adolescentes na parede de um dos alojamentos para ser usado na fuga.

Inicialmente, 78 adolescentes iniciaram a rebelião, mas 38 se renderam logo que as equipes da Cigcoe invadiram o local. Os menores que decidiram se entregar estavam numa cela localizada ao lado direito do pavilhão.

Do lado esquerdo, 40 adolescentes amotinados prosseguiram com a rebelião, inclusive mantendo reféns no lugar, na tentativa de negociação com a polícia. O movimento foi intenso na Unei e fez com que três viaturas da Cigcoe, uma do 1º BPM (Batalhão da Polícia Militar), uma do 10º BPM e uma do Corpo de Bombeiros fossem até lá.

Só depois que um policial do Cigcoe começou a negociar com os amotinados é que eles se renderam. Todos os 40 adolescentes restantes foram levados para contenção e no caminho um disse à reportagem que os internos estão submetidos a péssimas condições na Unei e enquanto isso acontecer, mais rebeliões serão realizadas.

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions