A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

26/05/2014 17:32

Oi aciona plano de emergência e diz que greve não prejudicará serviços

Caroline Maldonado

A operadora Oi afirmou, nesta tarde, por meio da assessoria de imprensa, que os serviços de telefone, internet e TV por assinatura não ficarão comprometidos pela greve de 1,3 mil funcionários iniciada hoje (26), em Mato Grosso do Sul. De acordo com a assessoria de imprensa da operadora, já foram acionadas equipes próprias e contratadas, inclusive de outras localidades, para garantir a prestação do serviço. A assessoria lembra que casos pontuais de problemas técnicos podem ser comunicados pelo canal de atendimento 103 14.

As negociações ocorrem entre a empresa terceirizada Telemont e o Sinttel (Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações de Mato Grosso do Sul). De acordo com o diretor financeiro do sindicato, Jeferson Borges Silveira, já houve cinco reuniões para discutir as reivindicações, mas não houve consenso entre os funcionários e a empresa.

De acordo com Jeferson, após o início da greve a Telemont se dispôs a marcar uma reunião apenas para a próxima segunda feira (2). Portanto, de acordo com o sindicato, a greve continua até que haja reunião. “Se a empresa resolver fazer a reunião a gente retorna ao trabalho, mas a data que eles querem marcar é muito distante. Nós temos que resolver isso nessa semana”, destaca Jeferson.

Os técnicos querem reajuste salarial de 10%, mas até agora a empresa só concordou com o aumento de 6%, segundo o sindicato. Outra reivindicação é para que a carga horária de 44 semanais seja cumprida de segunda a sexta-feira, sendo que os finais de semana trabalhados sejam registrados como horas extras. Os funcionários querem ainda o aumento de 10% na locação de veículos, mas a empresa, até então, concordou com apenas 5% de aumento na locação. Quanto ao ticket alimentação de R$ 13,58, a empresa concorda em aumentar para R$ 16 mas os técnicos querem que o valor suba para R$ 18.

Atualmente, o piso salarial dos técnicos de instalação e manutenção de telefone, TV e internet é de R$ 860. De acordo com o Sinttel, o valor é diferente em outros estados para funcionários que trabalham nas mesmas funções, chegando a R$ 1.200 no Rio de Janeiro e em Campinas. “Nós queremos o aumento do salário e que os benefícios sejam unificados, porque são funcionários da mesma empresa, então não pode ser diferente”, enfatiza Jeferson.

Na próxima quarta-feira (28), os estados de Goiás, Mato Grosso, Tocantins e Rondônia, também devem iniciar a greve exigindo os mesmos benefícios, de acordo com o Sinttel.

Trabalhadores da Oi entram em greve e telecomunicação fica comprometida
Trabalhadores da Telemont, empresa terceirizada que emprega 2,5 mil funcionários da operadora de telefonia Oi em Mato Grosso do Sul, entraram em grev...
Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions