A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

09/10/2012 16:19

Operação Ágata 6 combate crimes de fronteira em MS e mais 3 estados

Viviane Oliveira e Helton Verão
O anúncio foi na tarde desta terça-feira durante coletiva no CMO. (Foto: Rodrigo Pazinato)O anúncio foi na tarde desta terça-feira durante coletiva no CMO. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Começou nesta terça-feira (9) a Operação Ágata 6, operação conjunta das Forças Armadas Brasileiras, com apoio de órgãos e agências federais, estaduais e municipais para coibir crimes transfronteiriços e ambientais na faixa de fronteira entre Forte Coimbra, em Corumbá e Gibraltar-Mâncio Lima no Acre.

Ao todo a operação vai abranger 4.200 km  de fronteira, nos Estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia e Acre. O anúncio foi na tarde desta terça-feira durante coletiva no CMO (Comando Militar do Oeste), em Campo Grande. 

De acordo com o general do CMO, João Francisco Ferreira, a operação começou hoje e não tem prazo para terminar. “A ação vai acontecer até o Ministério da Defesa achar que os objetivos foram cumpridos”, disse, acrescentando que a operação está cada vez mais completa.

Ainda de acordo com o general, a Operação Ágata 6 vai reduzir a incidência dos crimes organizados na região de fronteira,  além de intensificar a presença do Estado Brasileiro na faixa de fronteira e reforçar o apoio à população local.

Nesta operação, o Ministério da Defesa e demais Agências Governamentais empregam aproximadamente 10 mil militares e civis, diversas viaturas, embarcações, helicópteros, aviões e ARP (Aeronaves Remotamente Pilotadas) para realizar patrulhamento e inspeção naval na calha dos rios, bloqueio e controle de estradas e vias urbanas.

A ação faz parte do Plano Estratégico de Fronteiras, criado em 2011, que prevê a realização intercalada de duas operações: Ágata, sob comando do Ministério da Defesa, e Sentinela, orientada pelo Ministério da Justiça. Entre os crimes identificados pela operação em regiões fronteiriças estão o narcotráfico, o contrabando de armas e de madeira e o roubo de animais.

Operação Ágata 5 - Na operação anterior, a Ágata 5, foram feitas 268 inspeções em embarcações e vistorias em 41,3 mil veículos leves. Cerca de 880 quilos de maconha e cocaína foram apreendidos, além de 11,7 mil quilos de explosivos. Conforme o Ministério da Defesa, no ano que vem, deverão ser feitas três ações.

Defesa inicia operação para combater crimes na região de fronteira
O Ministério da Defesa iniciou hoje (9) a Operação Ágata 6, com um efetivo de 7,5 mil militares para patrulhar mais de 4 mil quilômetros de fronteira...
Operação Ágata 5 começa hoje na região de fronteira
Operação reúne a Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e Força Aérea, em parceria com a Polícia Federal, Força Nacional e Receita FederalComeçou ne...


ASSOCIAÇAO DOS TRABALHADORES RURAIS DO VALE DO RIO GUAPORE NO ESTADO DE RONDONIA.VEM MUI.RESPEITOSAMENTE, E RESPONSAVELMENTE.AGRADECERMOS.A NOSSA GRANDE PRESIDENTA DILMA RUSSEFF. E SEUS,DEIS MINISTROS.POR ATENDEREM OS NOSSO OFICIOS,DA ASSOCIAÇAO PERSEGUIDAS,POR VARIAS DIVERCIDADES.ENTAO AGORA SABEMOS QUE AS NOSSAS TERRAS,IRAO SER DIVIDIDAS,EM PLENA ORDEM,E LEI.POIS VAI SAIR DAS MAOS DOS PODEROSOS,INVASORES,QUE USAVAM O NOME DOS PRESIDENTES DA REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.ENTAO AS NOSSAS RIQUEZAS,IRIAM PARAR,NO EXTRANJEIROS SEM IMPOSTOS,ENTAO AGORA VAMOS FICA RDE OLHO BEM ABERTO,PARA QUE AS NOSSAS ANTIGAS POSSES,QUE NOS FOMOS ESPULSOS,A QUASE 28 ANOS,ENTAO PARABENS AOS MINISTERIOS,INCLUSIVEIS,O MINISTERIO DA DEFESA,PARABENS,NOSSA GRANDE PRESIDENTA,POR DECRETAR.O DECRETO- 7.496/2011.OBDO.
 
hermes cavalheiro em 11/10/2012 13:01:25
Concordo totalmente com vc Sr. LOURENÇO CARVALHO...isso tudo ai é pra ingles ve, pois as policias que realmente combate o crime que é a PM e a CIVIL estão sucateadas e sem gente...exercito é pra guerra e como não temos guerra ficam inventando isso..gastando nosso dinheiro de impostos com esta maquiagem de segurança publica.
 
Marcelo Silva em 10/10/2012 13:30:03
PELO JEITÃO DA COISA , ISSO SÓ VAI FUNCIONAR, SE VC CAUSAR DANOS AO MEIO AMBIENTE. A BANDIDAGEM VAI CONTINUAR, ROUBANDO E MATANDO NAS ESTRADAS, AGORA SE VC ESTIVER TRAZENDO UM VIDEOGAME AÍ O BICHO PEGA, POIS NÃO PAGOU IMPOSTO. MAS VC PAGOU TÁ LIBERADO, FOI ASSALTADO E MORTO LÁ NA FRENTE, BOM AÍ A OPERAÇÃO NÃO PODE CUIDAR DE TUDO NÉ. DE COISA DO GOVERNO PROTEGER OS TROUXAS QUE VOTARAM NELES. DEIXA DE FRESCURA FORÇAS ARMADAS É PRA PROTEGER O POVO. EMPRESAS, É COISA DE REFORMA FISCAL, REFORMA DO SISTEMA TRIBUTÁRIO, NÃO ADIANTA ENGANAR O POVO, ISSO TUDO É PRA PEGAR CONTRABANDO. O CIDADÃO QUE SE LIXE E AS FORÇAS DESARMADAS, ENTRAM NESSA OU SÃO OBRIGADAS. PELO CERLSO AMORINGA.
 
LOURENÇO CARVALHO em 09/10/2012 19:26:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions