A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

12/03/2016 13:02

Operação da polícia de MT prende jornalista em Campo Grande

Aline dos Santos

A operação “Liberdade de Extorsão”, realizada neste sábado pela Polícia Civil de Mato Grosso, prendeu cinco jornalista, sendo um em Campo Grande. Na Capital de Mato Grosso do Sul, foi preso
Maycon Feitosa Millas.

Conforme a Defaz (Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública), as prisões foram por extorsão de autoridades públicas, empresários e pessoas com alto poder aquisitivo. Eles foram obrigados a pagar quantias entre R$ 100 a 300 mil para não terem informações divulgadas nos veículos sobre “supostas irregularidades em contratos administrativos, corrupção ativa e passiva, entre outras negociatas”.

“O valor é variável, dependendo da capacidade econômica de cada vítima”, disse o delegado Anderson Veiga. Conforme a Polícia Civil, foram presos Antônio Carlos Millas de Oliveira (dono do Jornal Centro Oeste Popular), seus filhos Max Feitosa Millas (dono do Notícia Max), e Maycon Feitosa Millas. Também foi preso o editor chefe do Brasil Notícias, com sede em Brasília, Naedson Martins da Silva.

O jornalista Antônio Peres Pacheco foi preso por ligação com crimes de extorsão. A prisão dele é temporária, válida por cinco dias. As demais prisões são temporárias.

Naedson teve o mandado de prisão cumprido em Brasília (DF). Antônio Carlos recebeu voz de prisão em sua fazenda, no município de Nossa Senhora do Livramento (MT), e os demais foram presos em Cuiabá. Os mandados foram expedidos pela Vara Especializada Contra o Crime Organizado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions