A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

09/05/2013 18:40

Operação prende 329 pessoas de 4 quadrilhas presentes em 79 cidades

Helton Verão
Informações foram apresentadas em coletiva na tarde desta quinta-feira na DPCG (Foto: João Garrigó)Informações foram apresentadas em coletiva na tarde desta quinta-feira na DPCG (Foto: João Garrigó)

A Polícia Civil prendeu 329 pessoas em Mato Grosso do Sul durante todo o dia de hoje na operação PC 27. Elas fazem parte de quatro quadrilhas que agiam em conjunto, pelo menos uma pessoa foi presa em cada um dos 79 municípios e mais de 50 podem ser presas nas próximas horas.

Das prisões, 192 foram em flagrante, outras 128 através de mandado e nove adolescentes foram apreendidos. Entre os crimes praticados estão à corrupção ativa e passiva; uso de documento falso; tráfico de drogas; lavagem de dinheiro; homicídio; estupro; roubo falsidade ideológica e inserção de dados falsos em sistema de informática. Com os presos, foram encontradas 24 armas, sendo 18 curtas e seis longas.

Segundo o chefe da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, Jorge Razanauskas, todo o esquema era trabalhado através de veículos com documentos esquentados no interior de São Paulo e que eram trazidos para o Estado para a venda e revenda. “Eles esquentavam os veículos com Renavam falsos. Nome, numerações, de gente morta e até quem nunca existiu. Os veículos eram passados para frente seja de forma licita ou ilícita”, explicou o delegado.

Além das prisões, já foram apreendidos 31 veículos, mais de R$ 11 mil em dinheiro, 12 toneladas de produtos contrabandeados, 220 quilos de maconha, 5 kg de cocaína e 1,5 kg de pasta base. A Polícia Civil espera apreender no total 223 veículos. “Foram apreendidos desde carros de luxo, até veículos que nem andavam mais”, revela Razanauskas.

A Capital foi a cidade com mais pessoas detidas, até o momento foram 69, o chefe da Polícia Civil confirmou quatro funcionários no Detran de Ponta Porã e um em Antônio João. Apenas em uma das prisões foi oferecida resistência com fuga, mas o individuo acabou detido.

Nenhum nome foi apresentado por segurança, já que a operação acontece até às 8 horas da manhã desta sexta-feira (10). “O que chamou a atenção foi a organização deles, cada quadrilha tinha a sua especialidade, uma era esquentava os documentos, outras duas trabalhavam com o tráfico e a última com a lavagem do dinheiro”, ressalta o delegado.

A operação PC27 tem como objetivo combater o crime organizado e comemorar os 205 anos da instalação da Polícia Civil.

Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...


É isso que nós cidadãos quer, que a policia trabalhe e prende estes bandidos, mas que isso não fique so por conta dos 205 anos de criação da policia, que seja uma constante estas operações. Não vamos esperar mais 205 anos para fazer outra ação desta, tem que fazer ja neste mês mais umas duas etc..assim com certeza a policia civil estara dando uma segurança a mais a população. Parabens a toda corporação da policia civil.
 
João Silva em 10/05/2013 08:33:47
Mega operação da Polícia Cívil para tirar de circulação um bando de
malandro, espero não ter que encontrar com esses vagabundos ama
nhã pela rua devido a "forças do além" que põem a baixo tanto traba
lho de investigação.
 
Silvana Silveira Pereira em 09/05/2013 21:24:26
quero ver se vai ter cadeira para toda essa gente no estado.
 
amanda keity em 09/05/2013 21:18:47
PARABÉNS! Ó Gloriosa Polícia Civil do Estado de Mato Grosso do Sul, só falta mesmo para acabar com a impunidade é lei justa para maiores e menores de idade.
 
Ereovaldo Soares em 09/05/2013 19:09:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions