A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

19/10/2010 11:43

Pai de adolescente diz ter desistido de ajudar o filho

Redação

O Campo Grande News foi esta manhã ao bairro Colúmbia e conversou com o pai e com o adolescente acusado de "tocar o terror" no local. O garoto mora sozinho e a culpa pelo comportamento inadequado, segundo o pai, é da a ex-esposa, mãe que protege demais o menino.

"Se eu for bater nele, a mãe dele me bate primeiro", afirma o homem que pediu para não ser identificado. "Não sei o que fazer com o meu filho", tendo em vista as atitudes que já teve de tomar. "Já prendi ele até de corrente e me levaram para a delegacia".

A mãe não foi encontrada, já o garoto diz que ganhou a fama, mas não é responsável por todos os crimes. Ele não estuda e recebeu a reportagem com a boca inchada e ferimentos na cabeça, mas não disse como aconteceram.

O pai diz que tem "remorso" pelos furtos, mas que prefere não interferir mais na vida do garoto. "Eu cansei de pagar conta dos outros. Ele deveria estar na cadeia".

A falta de estrutura familiar do adolescente de 16 anos incomoda a população tanto quanto as invasões.

Uma moradora que não quis ser identificada afirma que, quando as vítimas vão à casa do infrator, o pai esconde o adolescente em casa e garante que ele não é o autor de furto algum.

A população desconfia de que seja o pai quem ordena que o filho cometa os furtos.

O adolescente nem sequer possui documento de identidade, segundo informou o pai. "Ele é um guri bom para trabalhar. Todo dia a gente briga. Se deixar ele bate em mim".

Culpa

Último sorteio da Mega-Sena na semana pode pagar até R$ 23 milhões
Neste sábado (18) o último dos três sorteios da semana da “Mega-Sena dos Pais) pode pagar para um ou mais acertadores até R$ 23 milhões. Durante os o...
Gabaritos do Enceja já estão disponíveis no site do Inep
O Ministério da Educação (MEC) divulgou no final da tarde de hoje (17) gabarito oficial do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens...
Capes torna mais rígida avaliação de cursos de pós-graduação
A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) tornou mais rígida a avaliação dos cursos de pós-graduação no país. De acordo c...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions