A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

12/05/2010 08:12

Pais reclamam que nova lei pesa no bolso

Redação

Prestes a entrar em vigor em junho, a determinação de que crianças até sete anos e meio deverão ser acomodadas em equipamento específico no banco de trás dos carros de passeio é alvo da reclamação de pais que, apesar de reconhecerem a segurança do procedimento, reclamam do custo do equipamento.

O preço da "cadeirinha" pode chegar a R$ 444,00 em Campo Grande. Já o valor do assento indicado para crianças de quatro a sete anos, que também será obrigatório, em alguns casos ultrapassa os R$ 200,00.

"Por ser obrigatório deveria ter um preço popular", avalia o professor Marcelo Rosa Garcia, de 35 anos, que pesquisa o preço do assento para o filho mais velho.

Ele já tem o "bebê conforto" para o caçula, mas terá que desembolsar com o equipamento para o outro filho. Para Garcia, o valor deveria ficar em torno de R$ 60,00 ou R$ 90,00. "

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions