ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEGUNDA  23    CAMPO GRANDE 18º

Cidades

Para vendedores, vitória do Brasil tem gostinho de lucro

Por Redação | 20/06/2010 16:36

Para quem comercializa bebidas, os bons resultados do Brasil na Copa do Mundo tem um gostinho a mais: o do lucro. Para dezenas de vendedores ambulantes, as vitórias da Seleção, principalmente por goleadas, chegam a dobrar as vendas.

Embalados pela idéia, Elaine Barbosa, de 33 anos e seu marido colocaram uma pequena geladeira em uma carretinha e foram vender cerveja nos Altos da Afonso Pena. O resultado se traduz em 180 latinhas vendidas somente na primeira meia hora após o jogo.

"O povo fica mais animado e a comemoração dura mais tempo", explica a receita de como as vendas, em seu caso, chegam a dobrar.

No estande da Cidade da Copa, onde uma empresa detém o direito de comercializar cerveja, água e refrigerante, as vendas após o jogo ultrapassam em 50% a quantidade vendida antes e durante as partidas.

Para Aline da Costa Diniz, vendedora de uma dos quiosques afastados dos telões, o aumento nas vendas é nítido, apesar da distância.

No outro estande, mais próximo ao telão, Roseli Coimbra, vendedora de 47 anos, confirma: "Aumenta muito mais a venda quando o Brasil ganha de goleada, porque as pessoas ficam eufóricas. A cada gol se vende mais", afirma.

Eu bebo sim

Nos siga no Google Notícias