ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  28    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

PC e DOF investigam guerrilheiros em Porto Murtinho

Por Redação | 25/05/2010 12:07

Funcionários de uma fazenda em Porto Murtinho, a 431 quilômetros de Campo Grande, teriam sido abordados por guerrilheiros do EPP (Exercito do Povo Paraguaio) na quinta-feira passada. Oito homens fortemente armados e com uniforme camuflado teriam cruzado a fronteira em busca de suprimentos.

A denúncia foi repassada a policiais paraguaios e brasileiros, que ainda não confirmaram se guerrilheiros passaram pela região. O DOF (Departamento de Operações de Fronteira) recebeu chamado do proprietário da fazenda, no sábado, mas não houve confirmação. "Nós temos uma equipe no local, mas não houve confirmação ainda", disse o comandante do DOF, Coronel Joel Martins.

O DOF realiza esporadicamente operações na região e não teve registros de atividade do EPP em Porto Murtinho.

De acordo com o jornal paraguaio ABC Color, o Exército daquele país não fez treinamentos nas proximidades, descartando a possibilidade de que os homens fossem militares. A funcionária da fazenda que os viu, identificada apenas como Rosana Silva, teria passado mal após o contato e teve de ser levada ao hospital.

A delegada titular de Porto Murtinho, Andréia Dornelles, disse que a Polícia Civil investiga o caso, mas não há nada concreto. Inclusive os possíveis acampamentos do EPP na região não foram confirmados.

Tropas de elite do Exército Paraguaio também foram deslocadas para a posição.

Nos siga no Google Notícias