A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

14/09/2015 07:31

Pedágio na BR-163 começa hoje com taxa entre R$ 4,70 e R$ 7,20 para carros

Caroline Maldonado
Praças começaram cobrança hoje (Foto: Marcos Ermínio)Praças começaram cobrança hoje (Foto: Marcos Ermínio)

Começou a zero hora desta segunda-feira (14) a cobrança de pedágio na BR 163. Os valores da tarifa básica para veículos de passeio variam entre R$ 4,70 e R$ 7,20, dependendo da praça. Os veículos comerciais pagam a tarifa básica, multiplicada pelo número de eixos.

Segundo a CCR MSVia, que administra a rodovia, o pagamento nas praças de pedágio deve ser feito por meio de dinheiro ou cheque. Não são aceitos cartões de débito ou crédito. É possível pagar por meio de dispositivos instalados nos para-brisas dos veículos, os chamados TAGS.

As praças de pedágio estão instaladas em Mundo Novo (km 28,2); Itaquiraí (km 113,2); Caarapó (km 227,9); Rio Brilhante (km 313,7); Campo Grande (km 432,1); Jaraguari (km 533,8); São Gabriel do Oeste (km 603,4); Rio Verde de Mato Grosso (km 703,5) e Pedro Gomes (km 817,8).

Transportadores também podem usar o Vale Pedágio da bandeira Via Fácil/Sem Parar. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 0800 015 0252, por meio da opção 4.

A operação assistida, com a passagem e parada dos veículos pelas cabines, sem cobrança, começou há 10 dias. Desde então, os funcionários alertam e informam os motoristas distribuindo folhetos com a tabela de valores. A cobrança foi autorizada pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), em resolução publicada no Diário Oficial da União, no dia 4 de setembro.

Duplicação – A CCR MSVia investiu mais de R$ 730 milhões em obras, serviços, equipamentos e mão de obra, desde o início da concessão, há um ano e meio. Em agosto deste ano, a concessionária entregou ao tráfego os primeiros trechos de duplicação, que totalizam cerca de 90 quilômetros de extensão, atendendo à exigência contratual de concluir pelo menos 10% de duplicação da rodovia.

Foram recuperados cerca de 500 quilômetros de pavimento, com quase 275 mil toneladas de massa asfáltica. A empresa investiu, ainda, em elementos de segurança, com 4 mil m² de sinalização vertical (placas) e cerca de 255 mil m² de sinalização horizontal (faixas, tachas refletivas e balizadores). Além disso, foram colocados 330 km de cercas e 11 km de defensas metálicas, bem como 115 km de meios-fios revitalizados e 7 mil quilômetros de ciclos de capina e roçada, quase oito vezes a extensão da rodovia.

Confira abaixo a tabela de preços: 

Tabela detalha preços de pedágio na BR 163 (Imagem: Divulgação)Tabela detalha preços de pedágio na BR 163 (Imagem: Divulgação)
O pedágio que assusta a população de MS
A concessão das rodovias federais de Mato Grosso do Sul irá trazer muitos benefícios para o desenvolvimento da região e mais segurança e comodidade p...
Deputado vai discutir detalhes da duplicação e cobrança de pedágio na BR-163
O deputado João Grandão (PT), apresentou nesta terça-feira (8), uma indicação para convocar o diretor-presidente da CCR MSVia, Maurício Soares Negrão...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions