A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

07/05/2014 18:54

Pedreiro que matou pai havia parado tratamento psiquiátrico

Caroline Maldonado
A vítima, Joaquim de Jesus, tinha 64 anos e trabalhava no comércio de gado (Foto: Jatobá News)A vítima, Joaquim de Jesus, tinha 64 anos e trabalhava no comércio de gado (Foto: Jatobá News)

O pedreiro que matou e decapitou o pai, no centro da cidade de Bela Vista, ontem (6), estava há um ano sem fazer tratamento e tomar medicamentos, de acordo com a delegada da Polícia Civil, Jennifer Estevam de Araújo. A informação foi passada pela psicóloga do Caps (Centro de Atenção Psicossocial), que atendia o acusado, Francisco Joaquim de Jesus, 45 anos.

Segundo Jennifer, nenhum advogado se apresentou para defender o acusado, que foi detido em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil. A delegada acredita que a defesa ficará por conta do poder público. “O serviço da policia é fazer o flagrante e mandar para o judiciário. Então quem vai alegar que o assassino tem problema mental é o advogado ou defensor”, explica.

Abordagem - A delegada contou que foi acionada pela Polícia Militar, que recebeu a denúncia de pessoas que passavam no centro da cidade, na hora do crime. De acordo com Jennifer, que chegou no local a tempo de presenciar a abordagem da PM, o pedreiro segurava nas mãos a cabeça do pai, já decapitada, e disse que estava no caminho do trabalho, quando ouviu uma voz dizendo pra ele matar o pai, por isso executou a ação.

Quando a polícia pediu para o homem se entregar, ele obedeceu e disse que estava, justamente, levando a cabeça do pai para a delegacia. Até agora, a delegada ouviu apenas as testemunhas do fato e ouvirá a família essa semana.

A delegada disse que não ficou tão impressionada, porque afinal tem experiência com abordagens desse tipo, mas garante que o caso abalou a cidade. “Esse foi, sem dúvida o pior caso que já vimos”, disse.

Francisco morava com a mãe, porque se desentendeu com a esposa e estava prestes a se separar. Ele tem dois filhos, cuja idade não foi informada. O pai do acusado, Joaquim de Jesus, que tinha 64 anos, trabalhava no comércio de gado.

Segundo a polícia, Francisco chegou ao estabelecimento do pai já com o facão na mão. Os dois discutiram e a vítima ainda tentou fugir do filho atravessando a rua. O rapaz matou o pai com golpes no tórax, antes de decapitá-lo.
O corpo da vítima, também conhecida na cidade pelo apelido “Tiché”, foi velado hoje (7), de madrugada.

Termina na 4ª feira prazo para adotar cartinha e ajudar Papai Noel dos Correios
Termina na próxima quarta-feira (dia 13) o prazo para quem quiser adotar uma cartinha do projeto Papai Noel dos Correios. Os interessados devem compa...
Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions