A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

21/10/2014 15:58

Peixes, brinquedos e roupas são campeões de problemas, diz Inmetro

Lidiane Kober
Segundo Luciana, brinquedos são os campeões de apreensão do Inmetro no Estado (Foto: Marcelo Calazans)Segundo Luciana, brinquedos são os campeões de apreensão do Inmetro no Estado (Foto: Marcelo Calazans)

Campeões de irregularidades em Mato Grosso do Sul, peixes, brinquedos e roupas são alvos de investigações constantes da equipe estadual do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). No caso dos produtos têxteis, 90% não apresentam a qualidade detalhada na etiqueta. Já 70% do pescado, tem mais gelo do que o determinado.

As informações são da diretora técnica da agência estadual, Luciana Boni. Ela conta com 18 equipes para ir às ruas e fiscalizar a presença do selo Inmetro, o peso e espessura dos produtos, além das balanças de supermercados e bombas de postos de combustível. Os três setores são os principais alvos do instituto.

No caso da verificação da presença do selo de qualidade, o que mais preocupa são os brinquedos. “Moramos em região de fronteira e vem de fora muitos produtos com problema, por isso, os brinquedos são campões de apreensão”, explicou Luciana.

Nestas operações, o foco dos funcionários é fiscalizar a presença de tinta tóxica, de peças pequenas ou cortantes e se o material é inflamável. “É preciso muito cuidado, porque a criança coloca o produto na boca, pode se contaminar com tinta tóxica, se cortar e até engolir peças”, alertou a diretora técnica.

Inmetro acumula mais de 1 milhão de copos descartáveis com problemas (Foto: Marcelo Calazans)Inmetro acumula mais de 1 milhão de copos descartáveis com problemas (Foto: Marcelo Calazans)

Também andam desrespeitando as normas técnicas, os fabricantes de copos descartáveis. “Temos mais de 1 milhão de unidades apreendidas”, contou Luciana. “Na maioria dos casos, o copo é tão fino que desmancha ou a pessoa vai tomar café e se queima”, completou.

Quando o assunto é a descrição da etiqueta e o que de fato o material possui, a irregularidade prevalece nos produtos têxteis. “É importante ficar de olho, porque, em 90% dos casos, o tecido não é 100% algodão ou seda, como o fabricante descreve na etiqueta”, alertou a diretora do Inmetro. Para coibir a prática, o instituto faz pelo menos 25 coletas por mês.

No caso do pescado, o problema é o excesso de gelo. O problema, inclusive, é alvo da maioria das cerca de 40 denúncias e reclamações mensais que o Inmetro recebe no Estado por meio da ouvidoria (0800 675220). “Por isso, pelo menos a cada dois meses vamos às ruas fiscalizar esse tipo de produto”, ressaltou Luciana.

Operações nacionais – Conforme calendário nacional, as próximas operações da agência local do Inmetro serão a “Boa Viagem” e a de “Natal”. De 17 a 21 de novembro, a fiscalização vai mirar, por exemplo, amortecedores, buzinas, baterias e algumas peças de automóveis. “Vamos atrás da obrigatoriedade do selo Inmetro”, acrescentou Luciana.

Plugs de energia são alvo de fiscalização principalmente no natal, em época de pisca-pisca (Foto: Marcelo Calazans)Plugs de energia são alvo de fiscalização principalmente no natal, em época de pisca-pisca (Foto: Marcelo Calazans)

Já de 9 a 20 de novembro, será feita a coleta de panetones para verificar se o produto pesa o informado na etiqueta. A partir de 8 de dezembro, brinquedos e luminárias, como pisca-pisca, serão o foco. Também fazem parte da programação nacional operações como “Volta às aulas”, “Páscoa”, “Festa Junina”, “Inverno”, “Verão”, “Dias das Crianças”, “das Mães” e “dos Pais”.

Desafio – Questionada sobre o desafio da equipe, a diretora técnica do Inmetro revelou a dificuldade de fiscalizar bombas de combustível. O problema, segundo ela, é entender os gráficos emitidos pelos equipamentos. “Já chamamos ao Estado engenheiros para fazer essa leitura e até hoje não descobrimos nenhum índice de fraude”, disse.

A dúvida, no entanto, será sanada de vez assim que o Inmetro terminar de desenvolver leitor ótico da placa da bomba. Mas, por enquanto, conforme Luciana, não há prazo para o equipamento ficar pronto.

Sobre as penalidade em caso de descumprimento das regras em todos os setores de atuação do Inmetro, a diretora técnica afirmou que a multa vai de uma simples advertência a R$ 1 milhão.

Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions